Atleta do Judocas do Futuro de Cabo Frio compõe seleção carioca de judô

Mais um atleta cabo-friense é promessa para campeonatos estaduais e até regionais. A medalha de ouro levada no fim de semana pelo torneio da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ) garantiu a Marcos Vinícius Albernaz, do "Judocas do Futuro" a entrada na seleção carioca de judô.

Contudo há uma "luta" paralela para a garantia de sucesso dos atletas que compõem o Judocas do Futuro, projeto socioesportivo de Cabo Frio: a garantia de patrocínio. Por conta da falta de verba, outros atletas de potencial do projeto também têm dificuldade em participar de importantes campeonatos.

Para abril, a equipe espera conseguir verba para que meninos e meninas possam ir para o brasileiro regional no centro Pan-americano de judô na Bahia organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Em maio, vai rolar o campeonato municipal, em Cabo Frio, e segundo o professor Bruno Rodrigues, presidente da Liga Cabo-Friense de Judô (LCJ) e coordenador técnico do projeto "Judocas de Futuro", "esta semana iniciamos mais uma etapa do trabalho na busca por patrocínios para o Municipal de Judô onde no ano passado foi todo custeado pelas empresas privadas e neste ano será da mesma forma", disse o professor. 

Bruno explica que o projeto está buscando apoio logístico para as competições de abril e apoio logístico e financeiro para a participação do atleta cabo-friense Marcos no brasileiro regional na Bahia. 

"Neste caso a federação arcará somete com o custo da taxa de inscrição do brasileiro e o seguro saúde dos atletas, o hotel que ficará no valor de R$ 385,00 onde ficarão todos os atletas junto com a comissão técnica e o registro do atleta na CBJ no valor de R$ 50,00 deverá ser pago pelo atleta até o próximo dia 4, sexta feira. O atleta precisa ainda de custeio de alimentação e transporte para a Bahia. Marcos deve se apresentar até o meio-dia do dia 17 no hotel. Por isso contamos com o apoio de todos neste momento de crise por conta dos royalties, mas se cada um fizer um pouco realizaremos o sonho de nossos atletas", ressaltou Bruno.

Campanha "Adote um Atleta"

Bruno Rodrigues lembra que, em cada competição, os atletas arcam com suas taxas de inscrição e registro na Federação. "Em média, cada atleta custa por ano, R$ 1,2 mil para disputar todos os campeonatos. Teríamos muito mais atletas em condições para participar de cada etapa, mas infelizmente, esbarramos nessa limitação financeira" conta.
 
Para minimizar este problema e não ficar somente na dependência do poder público, o projeto "Judocas do Futuro" criou o programa "Adote um Atleta". O proprietário de empresa ou pessoa física que estiver interessado em patrocinar um judoca deve procurar os responsáveis pela equipe nos treinamentos que acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, das 19h30 às 22h, no ginásio da Apae, em São Cristóvão, para obter mais informações.

Projeto é gratuito e contribuições mensais de alimento vão para Apae
 
O projeto socioesportivo é gratuito. Cada atleta contribui mensalmente com 2kg de alimentos não perecíveis, que são repassados à Apae de Cabo Frio, que cede o espaço para os treinamentos.
 
A captação de patrocínio também serve para que o projeto banque os custos operacionais, como manutenção dos tatames, água para os treinamentos, material de limpeza, etc.

Comentários