Sem passar pela base, Samuel aposta na sua polivalência na Cabofriense

A Cabofriense fez muitas contratações para o Campeonato Carioca e um dos reforços tenta contrariar a lógica do futebol. Muitos falam que o jogador precisa ter uma boa base, mas o zagueiro Samuel já começou atuando com 21 anos. Porém, ele falou que isso não é um problema e que aposta na sua polivalência para conseguir um lugar na equipe.

- Eu não fiz base, já comecei tarde no futebol com 21 anos, mas sempre atuei mais no sul do país. Sempre fui zagueiro, mas já joguei de lateral-direito e de volante. Prometo muita vontade e garra para a torcida, pois isso nunca pode faltar – afirmou o defensor.

Atuando no futebol paulista e principalmente no sul do país, Samuel de 29 se disse ansioso para jogar o Campeonato Carioca pela Cabofriense e elogiou muito o Estadual do Rio de Janeiro.

- Estou ansioso para atuar no futebol carioca. O que escutamos é que um dos melhores estaduais do Brasil é o do Rio de Janeiro. Não conhecia o professor Húngaro, mas já escutei o pessoal falando muito bem dele. Vou continuar trabalhando para poder tentar achar meu espaço na equipe.

A Cabofriense estreia no Campeonato Carioca no dia 31 de janeiro, contra o America, no Estádio Alair Corrêa às 19h30