Corfebol: terça-feira é dia de jogo e inscrição na Fronteira

Os interessados em conhecer o Corfebol, jogo proveniente da Holanda, que faz parte da rede municipal, podem se cadastrar ao assistir aos jogos na quadra da Fronteira, todas às terças-feiras, às 18h. Esta é a oportunidade para amantes dos esportes e curiosos, de qualquer idade, se inscreverem na modalidade.

A prática esportiva, que envolve cerca de 70 alunos dos colégios municipais Sana e Pedro Adami (Córrego do Ouro), além da comunidade que frequenta o polo de cultura Fronteira, também vai movimentar a Praça Washington Luiz. A intenção é que o espaço receba mensalmente amistosos, sempre às 18h. A última partida foi na terça-feira (24) entre as equipes do Pedro Adami e polo Fronteira. De acordo com o professor responsável, Juan Leal, a intenção é atrair mais adeptos ao esporte.

Serra - O Corfebol também vai movimentar a região serrana. Tudo por conta da segunda etapa do Campeonato Estadual de Corfebol, neste sábado (4), na quadra do Colégio Municipal do Sana, a partir das 9h.

A disputa vai integrar equipes representantes do Estado do Rio de Janeiro como Sana, Pedro Adami, polo Fronteira, além dos times do Rio de Janeiro, Casimiro de Abreu e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A competição vai integrar alunos das categorias sub 12, sub 14 e sênior.

Durante a programação, que é uma das mais tradicionais do país, representantes das unidades municipais Sana e Pedro Adami vão promover ações junto à comunidade. O objetivo é contribuir para participação no Torneio Hermandad de Corfebol. O evento esportivo internacional vai acontecer na Argentina entre os dias 13 e 16 de julho.

Por apresentar uma trajetória de sucesso, os jovens atletas do Colégio Municipal do Sana e Pedro Adami foram convidados a participar do torneio, que será realizado na província de Misiones.

De acordo com a coordenação de Esportes da rede municipal, a participação de Macaé no Campeonato Estadual é a prova do esforço e comprometimento das equipes, professor e dirigentes municipais.

Para o treinador e coordenador Juan Leal, a rede municipal está cada vez mais se destacando no Corfebol. "A modalidade está em ascensão e está presente nas Américas Latina e Sul, além da África. A expectativa é que os alunos de Macaé se destaquem ainda mais na modalidade, que é uma disciplina eletiva na Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O esporte contribui com a aprendizagem. Agradeço pelo apoio daqueles que acreditam no corfebol, que está cada vez mais crescendo no município", finaliza.

Corfebol - O jogo se diferencia por ser misto. Segundo a regra, a competição deve abranger dois times formados por oito pessoas cada um: quatro do sexo masculino e quatro do sexo feminino. Um dos benefícios é trabalhar a socialização e cooperação entre os participantes. No país, apenas Macaé, Casimiro de Abreu, Rio de Janeiro e Americana, em São Paulo, contam com equipes do desporto esportivo.

Comentários