Bauru vence Macaé Basquete em duelo equilibrado no NBB

O Bauru venceu a primeira na nona edição do Novo Basquete Brasil. Jogando mais uma vez no ginásio Panela de Pressão, na sequência da derrota na estreia para o Flamengo, o time bauruense suou bastante, mas venceu o estreante Macaé, por 84 a 76, em partida disputada na noite desta terça-feira, no interior de São Paulo. O duelo foi bem equilibrado, e a atuação da equipe da casa no segundo período acabou sendo decisiva.

Com 26 pontos, Antonny, do Macaé, foi o cestinha da partida. Outros oito jogadores da equipe fluminense anotaram pontos, destacando o bom jogo coletivo apresentado pelo time de Léo Costa. Pelo lado do Bauru, Jefferson foi o maior pontuador, com 22. 
Sem descanso, o Macaé volta a jogar já nesta quinta-feira, e encara o Franca, no ginásio Pedrocão, às 20h. O Bauru vai a São Paulo enfrentar o Paulistano. O jogo acontece na próxima quarta-feira, às 19h30, no ginásio Antônio Prado Jr..

O duelo 
Schneider demorou apenas 30 segundos para fazer a primeira cesta do jogo, em uma bola de três pontos, abrindo o jogo em grande estilo e mostrando como seria o primeiro período. Pelo lado bauruense, o aproveitamento melhor no ataque garantiu ao time uma pequena liderança em alguns períodos, fechada em 23 a 22 nos últimos segundos, com Gegê anotando três lances livres. 

O susto do primeiro período abriu os olhos do Bauru, que acertou a defesa e passou dominar a partida. Logo em seu segundo jogo com o Bauru, Gegê já se sentia em casa, enquanto Jefferson liderou a equipe na pontuação, com a diferença chegando a ser de 13 pontos. O Macaé, liderado por Antonny, conseguiu diminuir o prejuízo, levando o jogo com 43 a 36 no intervalo. 

No terceiro período, as equipes abusaram dos erros, também por conta do bom trabalho das defesas. Bauru acertou apenas 27% dos chutes, enquanto o Macaé foi ligeiramente melhor, com 29%. A quantidade de erros resultou em um placar baixo, e os visitantes descontaram a diferença em um ponto para o último período: 55 a 49.

Os primeiros minutos do último período foram de manutenção da diferença por volta dos cinco pontos. Em um duelo quase particular entre Antonny e Jefferson, os times trocaram cestas, mas no fim do jogo quem se sobressaiu foi o Bauru, que se aproveitou dos erros dos visitantes e matou o jogo em uma cesta de três de Gui, a 50 segundos do fim. 

Comentários