Coferbol: alunos integram seleção em competição no Uruguai

Cinco atletas praticantes do corfebol vão compor a seleção brasileira da modalidade. Os representantes de Macaé disputarão, entre os dias 11 e 13, do Torneio Latino Americano de Corfebol, em Montevidéu, no Uruguai. Entre os jogadores da delegação brasileira estão os estudantes do Colégio Municipal Sana, Victória Régia Monteiro, Amanda Sandre e Nilo Joshua; além de Kassiane Araújo, aluna da unidade municipal Pedro Adami e Thiago Rangel da unidade Natálio Salvador Antunes. Os jovens estão na faixa de 14 a 18 anos.

Modalidade que caiu no gosto dos alunos do ensino municipal, o corfebol é um jogo misto. Segundo a regra, a competição deve abranger dois times formados por oito pessoas cada um: quatro do sexo masculino e quatro do sexo feminino.

As equipes de Macaé estão se destacando em torneios específicos como o Campeonato Serrano de Corfebol, que recebeu atletas de Casimiro de Abreu, Fronteira e Serra Macaé 1 e 2, que integra alunos atletas das unidades municipais Sana e Pedro Adami. Além disso, segundo o professor responsável, Juan Leal, recentemente, a equipe Serra Macaé faturou medalha de bronze na Taça Rio Corfebol, programação realizada no Rio de Janeiro. Nesta disputa, o atleta macaense Victor Freitas foi eleito o melhor jogador de Corfebol do Campeonato Brasileiro. O jovem estuda da no 9º ano do Colégio Municipal Sana.

No cenário nacional, Macaé é reconhecida pela dedicação e garra dos atletas do polo Fronteira, que conta com alguns alunos-atletas do Colégio Municipal Samuel Brust e moradores da Barra, além das unidades municipais Sana e Pedro Adami. No país, apenas Macaé, Casimiro de Abreu, Rio de Janeiro e Americana (SP) contam com equipes do desporto esportivo, iniciado na Holanda.

Outras programações estão previstas como a Taça Rio de Corfebol, que vai acontecer no mês de dezembro em Macaé. Outra previsão é que eles também participem do próximo Torneio Hermandad de Corfebol, em setembro de 2017, em Casimiro de Abreu.

Comentários