Fluminense x Atlético-PR - Há seis jogos sem vencer, Tricolor encara pior visitante

Um está há seis jogos sem vencer. O outro tem a pior campanha fora de casa. Com esse panorama, fica difícil arriscar em um vencedor no confronto entre Fluminense e Atlético-PR. A única coisa que se pode dizer é que os três pontos é fundamental na busca por uma vaga na Libertadores. A partida, válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, acontece nesta terça-feira, às 17 horas, no estádio do Maracanã.

Ocupando a nona posição com 48 pontos, o Fluminense está a três pontos do sexto colocado, justamente seu adversário da rodada. Os próximos adversários dos cariocas serão Ponte Preta, em Campinas, Figueirense, em Florianópolis e Internacional, no Rio de Janeiro. Já o Furacão tem pela frente o Sport, em Curitiba, Corinthians, em São Paulo e Flamengo, mais uma vez em casa.

QUEM JOGA?
Marcão, técnico do Fluzão até o fim do campeonato, resolveu fazer mistério e não revelou a equipe para este confronto direto. Dois jogadores se recuperaram de lesão: o goleiro Diego Cavalieri e o atacante Richarlison e podem receber uma chance. Apesar do mistério e das dúvidas, o treinador ressaltou que não fará muitas mudanças na escalação dos últimos jogos. O que importa, segundo ele, é corrigir os erros pontuais do time.

Certo é que o Maracanã receberá um bom público neste jogo. O Fluminense divulgou a parcial de vendas, e até a tarde desta segunda-feira foram vendidos mais de 21 mil ingressos. Para se ter uma ideia, os setores Sul e Leste Inferior estão esgotados.

TABU FORA DE CASA
Já do lado do Furacão, vence fora de casa, ou até mesmo empatar, segue como grande tabu. Para esta partida, Paulo Autuori não poderá contar com o goleiro Wewerton, convocado para a seleção brasileira. Com o retorno do zagueiro Thiago Heleno, que cumpriu suspensão, Marcão volta ao banco de reservas. A única dúvida é no setor ofensivo, com Nikão e André Lima disputando por uma vaga.

Autuori comentou sobre a mudança de técnico do Flu e o que espera do jogo. "Vai ser um grande jogo. O Fluminense trocou de técnico, infelizmente o Levir não pôde terminar seu trabalho no clube. Logicamente, a equipe deverá ter um comportamento, em alguma situação tática, diferente", disse.

"Por isso, temos que nos preparar para todos os cenários possíveis. É o que estamos fazendo nesta semana que antecede o jogo. Vamos estar preparados para fazer um bom jogo e sair com a vitória, que nos colocará em uma situação bastante boa em relação ao objetivo traçado", completou.

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Fluminense-RJ
Júlio César (Diego Cavalieri); Igor Julião, Gum, Henrique e William Matheus; Edson, Cícero, Marquinho e Gustavo Scarpa; Wellington e Henrique Dourado (Richarlison)
Técnico: Marcão

Atlético-PR
Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani; Lucas Fernandes, Lucho González e Nikão (André Lima); Pablo 
Técnico: Paulo Autuori

Comentários