Atleta ficou em segundo lugar na Corrida Solidária Juntos pelo Próximo

Em meio a tantas competições, Joseilton Silva, conhecido como "Papa Léguas", reservou um espaço na sua agenda esportiva para participar de uma prova em prol de uma grande causa. O atleta competiu no último dia 18 na Corrida Solidária Juntos pelo Próximo, na Orla dos Cavaleiros. 

O percurso, elaborado pela Confederação Brasileira de Atletismo, foi composto por cinco quilômetros de corrida e/ou caminhada. Com o tempo de 17 minutos, Joseilton terminou em segundo lugar na categoria Geral/Masculino. 

"Fiquei muito feliz com o meu resultado. Foi uma prova onde juntamos o amor pela corrida e pelo próximo. Foi uma das mais especiais para mim, pois foi em prol do bem. Temos que ser solidários, pois não sabemos o dia de amanhã e pode ser que um dia a gente precise de ajuda. Para mim, esse foi o principal espírito dessa competição", disse ele.

Nordestino de nascimento e macaense de coração, o atleta carrega com orgulho a missão de representar a sua cidade natal e a Capital do Petróleo. O ultramaratonista destaca que a sua participação nas competições tem sido possível graças à ajuda e apoio dos amigos e familiares. "Muita gente me dá apoio incentivando e motivando para que eu não desista jamais. Isso eu digo que é algo que não tem preço. Um atleta não depende apenas de ajuda financeira, mas também de pessoas que estejam do seu lado oferecendo suporte moral. E saber que sou exemplo para essas pessoas é a coisa mais valiosa para mim", finalizou. 

Joseilton começou a competir há cerca de cinco anos. Ele divide o tempo de atleta com o seu trabalho de pedreiro e vigia. Sua missão agora é treinar bastante para o seu maior desafio: a Corrida de São Silvestre, no dia 31, em São Paulo (SP). "Estava ainda na incerteza se iria participar por conta do trabalho, mas a empresa  onde trabalho sempre me apoia e resolveu me liberar para poder viajar. Agora é começar os preparativos para chegar no dia e dar o meu melhor. Quero fazer bonito para fechar o ano de 2016 bem", destacou ele, que esse ano competiu em 25 provas, entre elas, a Pampulha (MG), e conquistou 15 pódios.