Campos vive expectativa para jogo da vida (ou morte) contra o Bonsucesso

Em situação complicada no Grupo X, faltando duas rodadas para o término desta fase do Campeonato Carioca, o Campos ganhou sobrevida após a vitória sobre o Tigres. A pressão, no entanto, continua. O próximo desafio será contra o Bonsucesso. Se vencer, sai da zona de rebaixamento. Em caso de derrota, o rebaixamento estará confirmado. Prato cheio para um duelo cercado de pressão.

- Jogador de futebol que não está acostumado com pressão não pode estar dentro de campo. Sabemos que é sim uma final para nosso time e vamos para cima do Bonsucesso, com muita personalidade, mas também com muita humildade e respeito - projeto Miguel, que foi desfalque na última rodada, no triufo sobre o Tigres.

- Ficar de fora é horrível, ainda mais sabendo que o time está precisando, mas tenho que parabenizar muito todo elenco e comissão pelo que fizeram. Tive a oportunidade de ir lá e ver os jogos e eles lutaram sem cessar, com muita dedicação e humildade até o fim. Assim conquistaram uma vitória muito importante.

A vitória sobre o Tigres, por sinal, trouxe uma ambiente mais leve ao Campos, que não conseguia um resultado positivo desde a seletiva.

- Aprendi uma coisa no futebol: curta a vitória, pois o sabor da derrota é amargo. Então sem dúvidas nenhuma essa vitória veio na hora certa. Nos deu moral ainda mais para encarar o Bonsucesso - avisou Miguel.

Com o meia novamente à disposição do técnico Rafael Soriano, o Campos enfrenta o Bonsucesso, no sábado (4), às 15h30, no Estádio Antônio Ferreira Medeiros, em Cardoso Moreira.