Confronto entre Volta Redonda e Macaé abre Brasileiro Série C deste ano

imageA Série C do Campeonato Brasileiro passou por mudanças para esta temporada. As novidades foram discutidas e definidas no Conselho Técnico, realizado na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na tarde desta quarta-feira (22), que foi presidida pelo presidente da entidade, Marco Polo Del Nero e que contou com a participação dos representantes das 20 equipes que disputarão o torneio.

Dentre as novidades, destaca-se o requisito da inscrição de cinco atletas abaixo de 23 anos em cada equipe, de forma obrigatória. Além disso, a data limite para a inscrição de jogadores foi definida em 15 de julho, pouco mais de dois meses após o início da Terceirona, que será em 13 de maio. Até a terceira fase, não há capacidade mínima nos estádios para a realização. Ainda ficou acordado o período máximo de meia-hora para os atletas aquecerem nos gramados, tendo que liberá-los a 20 minutos do início dos jogos.

Volta Redonda e Macaé se enfrentam na abertura
Logo na primeira rodada, se enfrentam as duas equipes que representam o futebol do Rio de Janeiro na competição. A tabela básica prevê Volta Redonda x Macaé em 13 ou 14 de maio. O primeiro turno se encerra em 9 de julho, com as partidas de volta começando na semana seguinte e indo até o dia 10 de setembro. O último embate entre eles foi em 29 de fevereiro do ano passado, pelo Campeonato Carioca, quando o Volta Redonda foi vitorioso pelo placar de 3 a 1.

A sequência do Voltaço inclui Bragantino (SP), São Bento (SP), Ypiranga (RS), Tupi (MG), Botafogo (SP), Joinville (SC), Mogi Mirim (SP) e Tombense (MG). O Alvianil, por sua vez, encara Joinville (SC), Botafogo (SP), Tombense (MG), Bragantino (SP), Ypiranga (RS), Mogi Mirim (SP), Tupi (MG) e São Bento (SP), nesta ordem.

O vice-presidente de futebol do Volta Redonda, Flávio Horta Júnior, fez um balanço da reunião promovida pela entidade organizadora. Para o dirigente, o encontro foi realizado de forma tranquila e as definições agradam aos clubes e à própria CBF.

- Muita coisa foi mantida do regulamento do ano passado. A composição e a forma de disputa é a mesma, com jogos de ida e volta, quartas-de-final, semifinal e a final. Alguns pleitos foram atendidos, como limitar o número de atletas de uma forma geral em 35 e limitar também o número de jogadores menores de 23 anos. De um modo geral, a reunião foi bem tranquila e proveitosa para nós - falou.
O formato que definirá o acesso está mantido igual, nos mesmos moldes desde 2012. Os quatro primeiros de cada um dos dois grupos regionalizados se classificam para as quartas-de-final. Os dois últimos de cada disputarão a Série D de 2018. As equipes que conquistarão a promoção à Série B do ano que vem serão as classificadas para as semifinais do torneio, num total de quatro.

Comentários