O atacante campista Bruno Rangel dará nome a uma vila olímpica na cidade natal


O atacante campista Bruno Rangel, que morreu no trágico acidente com o avião que transportava o time, será homenageado no próximo dia 12, pela Câmara Municipal de Campos. A tragédia que ocorreu próximo ao Aeroporto Internacional de Medelin, completa um ano nesta quarta-feira. A equipe estava a caminho da cidade colombiana, onde jogaria a final da Copa Sul Americana, contra o Atlético Nacional.

Segundo o irmão de Bruno, Joelson Domingues, a Câmara terá sessão no dia 12, um dia após a data de aniversário de Bruno, maior artilheiro da história do time catarinense.

— Agora no dia 11, ele faria 37 anos. Mas como a sessão da Câmara será no dia seguinte resolveram prestar essa homenagem a ele — confirmou Joelson.

Na semana passada, Joelson, entrevista à Folha da Manhã, reclamou da falta de assistência da Chapecoense à família das vítimas.

Ele disse também que a sua cunhada Girlene, viuva de Bruno, é quem tem cuidado das ações de indenizações contra a Chapecoense e a empresa de aviação Lamia.

Segundo informou ainda Joelson, Bruno terá também seu nome eternizado numa vila olímpica no bairro Alphaville.

Bruno começou no Goytacaz, passou pelo Americano e jogou em outros clubes brasileiros até terminar na Chapecoense.

Fonte: Folha da Manhã