Equipe de Varre-Sai foi campeã na categoria Pré-Mirim da Copa Asvale de Futebol

A equipe da Escolinha de Futebol Eliazar Gomes Primo, de Varre-Sai, foi campeã da Copa Asvale, na categoria Pré-Mirim. A disputa contra a Escolinha Biguá, de Porciúncula, aconteceu na última sexta-feira (23/12), no Centro de Treinamento do Tombense Futebol Clube (Tombos/MG).

Além do título, a equipe também ganhou o prêmio de melhor goleiro para Felipe Capita e artilheiro Guilherme.
A equipe que foi premiada com troféu é treinada por William Gerberson Milato (Zero) e Hugo Fabri. Eles ressaltaram que apesar dos obstáculos enfrentados, os alunos são especiais e se destacaram mais uma vez no esporte.
“O trabalho foi muito difícil, devido às dificuldades, mas a equipe com seu talento se superou, levando Varre-Sai ao topo da competição e tornou-se campeã pela segunda vez. Agradecemos à Prefeitura, aos secretários de Turismo e Esportes, Adriano e de Educação, Carlos Alberto, pelo apoio e aos pais dos jogadores pela confiança concedida à nossa equipe treinadora e ao organizador da competição”, lembrou Zero.

O secretário de Turismo e Esportes, Adriano de Oliveira Silva, parabenizou à equipe pelo título, disputado com mais 15 municípios do Noroeste Fluminense, Minas Gerais e Espírito Santo.

“Queria parabenizar as crianças da Escolinha Eliazar Gomes Primo por mais essa conquista. Pois apesar de todas as dificuldades que tivemos, ainda assim conseguimos o título. Não posso deixar de agradecer ao secretário de Educação e Cultura, Carlos Alberto da Silva que sempre nos ajudou com transporte e à secretária de Assistência Social, Isabela Fabri, que também deu o seu apoio e aos treinadores e comissão técnica, no nome de Zero, Hugo e Teobaldo e claro, ao prefeito Silvestre Gorini”, afirmou.
O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini, falou do contentamento com o trabalho realizado na Escolinha Eliazar Gomes Primo.

“É uma satisfação para nós mais essa vitória desses garotos, divulgando o esporte de Varre-Sai. Estão todos de parabéns, os garotos e os treinadores Zero e Hugo e demais envolvidos”, disse o prefeito.