Goyta encerra 2017 com pior sequência de resultados e pressionado

Não há dúvidas que 2017 foi um ano positivo para o Goytacaz. Depois de 25 anos de espera, o clube de Campos voltou à elite do Campeonato Carioca com direito a título na Série B1. Mesmo assim, a virada de ano não será das mais tranquilas para o torcedor alvianil, que vê a equipe largar mal na Seletiva do Estadual.

O apertado calendário do futebol brasileiro em 2018 - em virtude da Copa do Mundo - obrigou a Federação de Futebol do Rio (FERJ) a iniciar a primeira fase do Carioca ainda em 2017. Foram duas rodadas realizadas e o Goytacaz fez apenas um ponto. Levando em consideração a Série B1 e o amistoso contra a Portuguesa, já são quatro jogos sem vitória na Rua do Gás. A pior sequência do ano.

A série negativa começou numa ocasião em que o triunfo não fez falta: o empate contra o America, no segundo jogo decisivo da Série B1. No Aryzão, placar final de 1 a 1, que garantiu a taça em 30 de setembro. Pouco mais de dois meses depois, com o gramado do alçapão trocado, o Alvianil recebeu a Portuguesa para um amistoso. Dessa vez, nada de gols após 90 minutos.

O terceiro compromisso sem vitória foi também o mais pesado. Na estreia da Seletiva, derrota por 3 a 1 para o Macaé, com o adversário sendo amplamente superior. Sinal de alerta ligado para o lado azul de Campos. Veio então a rodada seguinte, mas com nova decepção. Empate no Aryzão, agora por 1 a 1 com a Cabofriense, sofrendo gol aos 45 minutos do segundo tempo.

Reencontro com o America em campo neutro
Com apenas mais três partidas pela frente na Seletiva, a cota de tropeços do Goytacaz chegou ao fim. Contra o America, próximo adversário, é vencer ou vencer. Caso contrário, o sonho de chegar à fase principal do Carioca chegará ao fim. E o reencontro com os três pontos pode vir justamente contra o último time que conseguiu derrotar.

O duelo entre rubros e alvianis está marcado para 6 de janeiro, no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema. O campo neutro foi indicado pela FERJ, já que o Giulite Coutinho ficará sem o laudo do Corpo de Bombeiros neste dia 31. Elemento que pode igualar forças num jogo que promete ser de muita tensão.

Fonte: FutRio

Comentários