Invicto em 2017, Roy projeta Cabofriense terminando Seletiva sem derrotas

image
Após retornar à Cabofriense em janeiro deste ano, o técnico Antônio Carlos Roy não sabe o que é sair de campo derrotado com o Tricolor Praiano. Depois de comandar a equipe no Grupo X do Carioca de 2017 e retornar para a atual edição - após passagem pelo Macaé no segundo semestre -, o treinador acumula um retrospecto bastante positivo: em oito jogos, são seis vitórias e dois empates. Na Seletiva de 2018, já são quatro pontos conquistados nas duas primeiras rodadas, mantendo o time na segunda posição do hexagonal.

À reportagem do FutRio.net, Roy fez um balanço deste bom histórico. Para o comandante, a manutenção do elenco foi de vital importância para que a equipe começasse bem a disputa da fase preliminar, conseguindo virar o ano dentro da zona de classificação à Taça Guanabara e Taça Rio. E ele vai além. A ideia é terminar ao menos a primeira fase sem ser superado.

- São oito jogos de invenciblidade após meu retorno. Seis vitórias e dois empates. Mantivemos a espinha dorsal da equipe, com George, Euzébio, Victor Silva, Kaká Mendes, Gama e Bruno. Isso foi importante para o trabalho, junto com a chegada de outros atletas. Isto nos fez sair bem na frente. Evidentemente que não se pode deixar cair. Mais duas vitórias, a de casa e uma fora, e estaremos tranquilos. Então iremos buscar. Quem sabe nós não terminamos a competição sem perder? É uma meta, também - projetou.

O próximo compromisso da Cabofriense no Campeonato Carioca será no próximo sábado (6), às 16h, quando recebe o Macaé, no Estádio Alair Corrêa. Caso conquiste a vitória, o time de Roy assume a liderança da chave.

Fonte: FutRio

Comentários