Campos já mapeia o mercado em busca de reforços para a Terceirona

O ano de 2017, para o Campos Atlético Associação, pode ser considerado de reconstrução. Após o fim da parceria com o Carapebus e o recomeço da quarta divisão do Estadual, o Roxinho deu a volta por cima, conquistou o vice-campeonato e garantiu seu lugar na Terceirona desta temporada. O que pode ser uma nova arrancada rumo à elite é, na verdade, só o primeiro passo de um longo trabalho que o Campos já começa a fazer na virada de ano. Quem garante isso é o presidente do clube, Márcio Reinaldo.

O mandatário afirmou que, mesmo a quatro meses do início da Série B2, o Campos já está de olho no mercado para trazer novos jogadores e reforçar seu plantel. Embora ainda não tenha definido uma data para a apresentação do elenco, nem deixado pistas sobre jogadores quer possam reforçá-lo, Márcio garante que vai apostar em um time de jovens jogadores, como já aconteceu na última Quartona.

– Estamos agindo nos bastidores, já pensando em nomes de jogadores. Nossa competição é em maio, mas já esboçamos algumas contratações. Temos o objetivo de conseguir mais um acesso na Série B2, quem sabe. Vamos montar um time competitivo para isso, investindo na base, até jogando competições fora do Estado e usando os garotos, o que será importante para desenvolver os talentos formados dentro da nossa própria casa – disse, à Rádio Absoluta.

Ainda sem contratações confirmadas, o Campos também está à procura de um técnico. Se não há nenhum nome em vista, pelo menos que pudesse ser divulgado, ficou o agradecimento a Guilherme Batista, treinador que levou o Roxinho ao vice, mas que acabou demitido logo após o fim do campeonato:

– Gostaria de parabenizar o nosso treinador pelo belo trabalho que fez, mas a gente sabe que o mercado é muito dinâmico. A gente sempre procurou dar aos treinadores as melhores condições de trabalho e com o Guilherme não seria diferente. Mas, como ele mesmo falou, não chegamos a um denominador comum. Temos os pés no chão e aguardaremos o melhor momento para escolher o novo técnico. Na montagem do elenco, iremos manter uma base, alguns jogadores do ano passado ainda estão com a gente.

Por fim, Márcio ainda fez um balanço de 2017, um ano que considerou positivo:

– Todos sabemos que, para se fazer futebol profissional, existe sempre uma grande dificuldade. Mas, a nível de resultados, ficamos contentes em virtude de termos conseguido o acesso. Tentamos o título, mas jogamos mal na primeira partida, perdemos e acabamos não conseguindo. No contexto geral, foi um ano bastante produtivo.

O Campos deve estrear na Quartona em 24 de maio. A tabela só será definida em março.

Fonte: FutRio

Comentários