Dija Baiano decide, Voltaço vira pra cima da Cabofriense e vence a primeira

image
O atacante Dija Baiano foi o grande nome da noite no Raulino de Oliveira nesta terça-feira (29). O camisa 7 fez os três gols da vitória do Volta Redonda sobre a Cabofriense por 3 a 2, a primeira no Carioca. O jogador travou um duelo especial com o centroavante João Carlos, que anotou os dois tentos do time de Cabo Frio. No duelo, o Tricolor Praiano esteve na frente do placar duas vezes, mas levou a virada próximo do fim do jogo.

Com esse placar, a classificação do Grupo C do Estadual segue em aberto. Apenas o Flamengo está garantido na semifinal. Bangu e Nova Iguaçu têm cinco pontos, enquanto Cabofriense, Vasco e agora o próprio Voltaço têm quatro. Todos os cinco times ainda têm chances de classificação ao momento decisivo do primeiro turno.

Na última rodada, todas as partidas do Grupo C do Campeonato Carioca acontecem no domingo, dia 4 de janeiro, às 17h. O Volta Redonda vai até São Januário pega o Vasco, enquanto a Cabofriense recebe o Bangu no Correão. Ambos os jogos terão cobertura em tempo real do Placar FutRio.
image
A Cabofriense começou melhor e foi para cima do adversário. Com menos de um minuto João Carlos já dava as caras e iniciava o duelo particular com Dija Baiano. O atacante chegou frente a frente com Douglas Borges, na pequena área. Menos de um minuto depois o camisa 9 voltou a aparecer e para marcar o primeiro gol do jogo. Em cobrança de falta, o artilheiro do Tricolor Praiano chutou forte, Douglas Borges contribuiu e o time de Cabo Frio saiu na frente.

O gol deixou o Volta Redonda abalado. O time deixava espaços na defesa, mas a Cabofriense não conseguia acertar o último passe. Com o decorrer do primeiro tempo, o Voltaço foi se acertando e se organizando nos setores. Já na reta final do primeiro tempo, lançamento longo na direção de Dija Baiano na ponta esquerda, o camisa 7 do Tricolor de Aço, mesmo sem ângulo, chutou e conseguiu acertar a bola entre as pernas de George, igualando o jogo.

Dija Baiano faz dois e vence duelo individual com João Carlos
Na etapa complementar os ataques começaram a todo vapor. De novo, logo no começo o camisa 9 da Cabofriense marcou. Em grande lance individual pelo lado esquerdo do ataque do time praiano, o atleta passou com facilidade pela marcação e chegou às redes do Voltaço em chute de perna esquerda. Não deu tempo nem de comemorar, já que três minutos depois Dija Baiano também fez o segundo dele, só que agora de cabeça, aproveitando cruzamento que veio da direita.

O duelo ia se construindo a favor da Cabofriense, sempre com lances envolvendo João Carlos. O jogador primeiro cabeceou para linda defesa de Douglas Borges. Depois, pela ponta direita, invadiu a área, finalizou de maneira violenta, mas a bola passou tirando tinta da trave.

Neste cenário, o outro persnonagem do jogo voltou a aparecer para dar números finais ao encontro. Dija recebeu passe de André Duarte, no comando ofensivo e com um leve toque deu a vitória para o Volta Redonda, a primeira do clube no Carioca desse ano.

Volta Redonda x Cabofriense - Taça Guanabara, 4ª rodada - 29/01/2018, às 19h30

Estádio Raulino de Oliveira (Volta Redonda - RJ)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Millena Cristina Barros Santos

Volta Redonda: Douglas Borges; Ronaldo (Luiz Gustavo, 18'/2ºT), Bruno Costa, Daniel e Luiz Paulo; Bruno Barra, Marcelo e Vinicius Pacheco (André Duarte, 18'/2ºT); Fabinho Alves (Rafael Granja, 28'/2ºT), Dija Baiano e Anselmo. Técnico: Felipe Surian.

Cabofriense: George; Paulo Sérgio (Leomir, 8'/2ºT); Leandro Euzébio, Victor Silva e Airton; Levi, Kaká Mendes, Bruno Tubarão e Davi Ceará (Gama, 21'/2ºT); Maranhão e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.

Cartões amarelos: Daniel (VOL); Leomir (CAB);

Gols: João Carlos, 2'/1ºT (0-1); Dija Baiano, 38'/1ºT (1-1); João Carlos, 3'/2ºT (1-2); Dija Baiano, 6'/2ºT (2-2); Dija Baiano, 37'/2ºT (3-2);

Público: 1.535 pagantes (1.935 presentes)
Renda: R$ 19.200,00

Fonte: FutRio