Rema Campos prepara-se para mais um desafio em 2018

A cada ano que passa o desafio do Rema Campos aumenta dentro de sua proposta sócio ambiental e competitiva. Por outro lado, fica cada vez mais difícil de buscar os objetivos, tanto no primeiro, quanto no segundo seguimentos. Ano passado, depois de lutar por patrocínio para sustentar as competições no Rio, a ONG conseguiu voltar ao lugar que lhe cabe no Estadual de Remo, ou seja, ser a primeira dos considerados de menor investimento. Já a parte de escolinha, teve apoio da Fundação Municipal da Infância e da Juventude e conseguiu também cumprir o seu papel.

O grande problema que a Organização enfrenta por falta de recursos é a saída dos professores, ano passado coberta pela Fundação Municipal de Esportes. Mas, mesmo assim, houve inferência nos treinamentos e também na inscrição do número de atletas para o Campeonato Estadual. Com essa dificuldade, viu-se na obrigação de participar com delegações pequenas, embora competitivas, que ao final conquistaram o quarto lugar atrás dos gigantes Flamengo, Vasco e Botafogo, que conquistou o pentacampeonato.

Dimisson Nogueira, presidente do Rema Campos, destaca as dificuldades que tem com os professores na hora de formar a delegação para competição:

– Nosso trabalho é de promoção ao esporte. Muitos são os nossos atletas, que se empenham nos treinamentos e na hora da inscrição, que tem custos, não conseguimos inscrever a todos. Dói na gente ver a decepção de um jovem atleta e aí fazemos uma tremenda ginástica para montar os nossos times e contemplar a maioria.

Mesmo com todas as dificuldades, o espírito de equipe e os resultados nas duas frentes de atuação do Projeto fazem com que os seus diretores sigam em frente, numa busca incessante por apoio, parcerias e patrocínio. Ainda não está confirmada a participação no Estadual, em função de uma dívida com a Federação de Remo, algo em torno de R$15.000,. Para a disputa em 2017, o Rema Campos viu-se obrigado a vender uma de suas embarcações, possibilidade completamente descartada para esta temporada.

Estadual
A estreia do Rema Campos no Estadual, se conseguir recursos, será no dia 31 de março, sábado. As etapas, sempre disputadas na Lagoa Rodrigo de Freitas, são as seguintes: 6 de maio, 10 de junho, 19 de agosto e 14 de outubro.

Fonte: Esporte Campos 

Comentários