No jogo das bolas aéreas, Boavista supera Nova Iguaçu e mantém 100%

O Boavista segue em grande fase! Na tarde deste domingo (25), no Estádio Elcyr Resende, em Saquarema, o Verdão derrotou o Nova Iguaçu por 2 a 1, se mantendo com 100% de aproveitamento após duas rodadas de Taça Rio. A vitória foi construída através de Fellype Gabriel e Elivelton. Iuri Pimentel descontou. Detalhe: todos os gols saíram em jogadas de bola aérea.

Com seis pontos conquistados em dois jogos, o Boavista está na segunda colocação do Grupo C, atrás apenas do Fluminense, que leva a melhor no saldo de gols. O próximo desafio será contra o Vasco, no domingo (4). Já o Nova Iguaçu, que segue zerado no segundo turno, é o vice-lanterna da Chave B. O compromisso da vez é contra o Madureira, também no dia 4.

Gols em sequência em primeiro tempo equilibrado
A partida começou movimentada e com boas chances de gol. Erick Flores, aos 12, deu um lindo drible em Iuri Pimentel e finalizou forte, rente ao travessão. O Verdão, na segunda oportunidade que teve, não perdoou. Lucas cobrou falta fechada, Willian Maranhão desviou e Fellype Gabriel, quase em cima da linha, escorou e fez 1 a 0.

A resposta do Nova Iguaçu não tardou. E foi certeira. Em lance parecido ao gol anterior, Andrezinho bateu falta na área, Murilo Henrique deu o primeiro toque, mas foi Iuri Pimentel, com toque de costas após desvio do goleiro Rafael, quem se configurou autor do gol. Lance confuso, mas com bola no fundo das redes.

Depois da parada técnica o confronto teve queda no ritmo. A principal chance ficou com os laranjas. Robinho arrancou pela esquerda e serviu Dieguinho que, livre, finalizou forte, mas viu Rafael operar um milagre. Antes do intervalo, o Boavista perdeu Erick Flores e Fellype Gabriel, lesionados. Felipe Augusto e Marquinho entraram.

Mais efetivos, mandantes garantem vitória
Na volta do intervalo o domínio foi do Nova Iguaçu. Mesmo como visitante, o Laranja Iguaçuano tinha maior posse de bola. Consequentemente, passou perto de fazer o segundo. Andrezinho encaixou ótimo passe para Dieguinho, que conduziu até ver Caio Cezar tentar a finalização por duas vezes. Na segunda, a bola bateu no pé da trave.

O Boavista parecia sentir as ausências de Erick Flores e Fellype Gabriel. Num dos poucos contra-ataques que emplacou, conseguiu escanteio. Aos 31, Lucas cobrou e após dois toques de cabeça - de Willian Maranhão e Gustavo - a bola sobrou para Elivelton encher o pé e recolocar os donos da casa na frente: 2 a 1.

O gol sofrido abateu o Nova Iguaçu, que teve dificuldades para reunir forças em busca de novo empate. A principal oportunidade para isso veio com Adriano. O Batalhador recebeu passe na medida de Andrezinho, ficou cara a cara com Rafael, mas parou no goleiro do Verdão, que fez ótima defesa, garantindo a vitória dos mandantes.

Boavista 2x1 Nova Iguaçu - Taça Rio, 2ª rodada - 25/02/2018 às 15h30

Estádio Elcyr Resende de Mendonça (Saquarema - RJ)
Árbitro: Philip Georg Bennett
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Rafael Sepeda de Souza

Boavista: Rafael; Thiaguinho, Gustavo, Elivelton e Júlio César; Vitor Faíska, Willian Maranhão, Lucas, Fellype Gabriel (Marquinho, 39'/2ºT) e Erick Flores (Felipe Augusto, 35'/1ºT, depois Caio Cezar, 37'/2ºT); Leandrão. Técnico: Eduardo Àllax.

Nova Iguaçu: Jefferson; Wallace, Raphael Neuhaus, Murilo Henrique e Robinho (Ronan, 20'/2ºT); Iuri Pimentel (Caio Cezar, intervalo) e Paulo Henrique (Vinicius Matheus, intervalo); Wescley, Andrezinho e Dieguinho; Adriano. Técnico: Edson Souza.

Cartões amarelos: Vitor Faíska e Leandrão (BOA); Paulo Henrique e Vinicius Matheus (NOV)

Gols: Fellype Gabriel, 16'/1ºT (1-0); Iuri Pimentel, 18'/1ºT (1-1); Elivelton, 31'/2ºT (2-1)

Fonte: FutRio