Artilharia passa longe da cabeça de Luís Felipe, "homem-gol" do Macaé

Se tem um time representando bem o Rio de Janeiro na Série D do Campeonato Brasileiro é o Macaé. Em três jogos, o Alvianil Praiano já somou sete pontos, fez sete gols e lidera isoladamente o Grupo A12. De todas as bolas na rede, apenas um jogador marcou duas vezes. E ele é um zagueiro. Luís Felipe é o artilheiro do Leão do Norte Fluminense na competição nacional. Posto que, no que depender do próprio, não será ocupado por muito tempo.

- Se eu não me engano, em 2015, pelo Bangu, cheguei a fazer dois gols em três jogos. Mas na minha vida, em nenhum momento cheguei a ser artilheiro de uma equipe. Também não busco esse objetivo. Busco sempre defender bem e se a oportunidade aparecer, vou para área tentar surpreender os adversários. Graças a Deus neste começo de Brasileiro isso vem dando certo - disse o defensor.

Em meio à notícia da perda de pontos do Macaé no Campeonato Carioca, que ocasionou o rebaixamento para a Seletiva, Luís Felipe garante que o grupo não se abalou com a situação. O pensamento está voltado para os objetivos coletivos e também no crescimento da carreira de cada um.

- Nosso grupo tem jogadores onde todos querem vencer, chegar mais alto em suas carreiras para buscar algo melhor para suas famílias. É um grupo que só tem a crescer. Com força de vontade, sabendo das dificuldades que vamos encarar, passamos por cima disso com a vontade de vencer - afirmou.

Na próxima rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, o Macaé enfrenta novamente a URT (MG), agora no Estádio Claudio Moacyr de Azevedo. O jogo será no sábado (12), às 15h30.

Fonte: FutRio

Comentários