Em quatro jogos no Macaé Esporte, Felipe supera desempenho obtido no Botafogo

image
Felipe Conceição iniciou o ano com o maior desafio de sua carreira como treinador: comandar o Botafogo. Após sete jogos e eliminações na Copa do Brasil e Taça Guanabara, foi desligado do cargo. O aproveitamento foi de 42,8%, com duas vitórias, três empates e duas derrotas. Nove pontos conquistados em 21 disputados.

Apesar da frustração, não ficou muito tempo parado e topou o desafio de assumir o Macaé na Série D. O que poderia ser enxergado por muitos como uma escolha precipitada, vem se configurando como a volta por cima do técnico. Foram precisos apenas quatro jogos no comando do Alvianil Praiano para ele superar a pontuação alcançada no Bota. São 10 pontos obtidos em 12.

O aproveitamento de Conceição no Macaé demonstra bem isso: 83,3% de aproveitamento. Três vitórias e um empate no Grupo A12 da quarta divisão nacional e vaga praticamente assegurada na fase eliminatória da competição, conseguindo melhorar um desempenho que já era considerado satisfatório no Carioca, quando Josué Teixeira era o técnico do Leão do Norte Fluminense.

Em termos de gols pró e contra, Felipe Conceição também demonstrou evolução se comparados os períodos à frente de Botafogo e Macaé. No Alvinegro, foram sete gols marcados e oito sofridos nas sete vezes em que esteve à beira do campo. No Alvianil, o ataque mandou nove bolas para as redes, enquanto a defesa foi vazada em cinco ocasiões.

O Macaé volta a campo no próximo sábado (19), quando visita o Espírito Santo, pela penúltima rodada do Grupo A12 da Série D. O confronto deve confirmar de maneira matemática a classificação do Alvianil às eliminatórias da competição. A bola rola às 17h e o Placar FutRio acompanha.

Felipe Conceição no Botafogo
- 7 jogos: 2 vitórias, 3 empates e 2 derrotas
- Aproveitamento: 42,8% (9 pontos em 21)

Felipe Conceição no Macaé (até o momento)
- 4 jogos: 3 vitórias e 1 empate
- Aproveitamento: 83,3% (10 pontos em 12)

Fonte: FutRio

Comentários