"Os 21 canarinhos": jogadores de Campos que foram convocados para a Seleção, hoje é a vez de Amaro da Silveira


Faltando 34 dias para a Copa do Mundo, o site GF ESPORTE já entrou no clima, e continua apresentando durante 21 dias a série "OS 21 CANARINHOS" que traz os 21 jogadores que nasceram em Campos dos Goytacazes ou começaram aqui suas trajetórias vitoriosas,, e foram convocados para a seleção brasileira. No décimo dia da série iremos falar de Amaro da Silveira, que jogou pela seleção em 1923.

Amaro da Silveira, conhecido como Amaro (nasceu em 11 de Outubro de 1901 em Campos, no Rio de Janeiro) - futebolista brasileiro que durante sua carreira atuou como atacante.

Amaro começou sua carreira no futebol do, Goytacaz no início dos anos 20. Nos anos 1926 - 1930 jogou no clube Comercial Atlético Clube (Espírito Santo). Em 1930, ele jogou no Sport Club Brasil por um curto período e depois retornou a Goytacaz Campos , onde terminou sua carreira em 1936. Com Goytacaz ele ganhou o título de Taça da Cidade de Campos em 1932 e 1933 .
Um dos maiores orgulhos do Goytacaz é ser celeiro do futebol brasileiro: já em 1923, para disputar o Sulamericano no Uruguai, cedeu direto, sem passar por nenhum clube dos chamados grandes centros, o ponteiro esquerdo Amaro Silveira, para ser titular da Seleção Brasileira. Seu Amaro é possuidor de uma história curiosa, pois só existem três casos de que pai e filho terem sidos titulares da Seleção Brasileira de Futebol: ele e o seu filho Amarildo Tavares Silveira,  titular da Seleção que ganhou o bicampeonato mundial, no Chile, Domingos e Ademir da Guia e ainda Djalma Dias e Djalminha. 
Resultado de imagem para Amaro da Silveira seleção 1923
Carreira representativa 
Amaro participou do torneio Copa América 1923. O Brasil ficou em quarto, último lugar e Amaro jogou em todas as três partidas do torneio com Argentina , Uruguai e Paraguai . Ele jogou pela última vez no time nacional em 9 de dezembro de 1923 em uma partida contra a Argentina em Buenos Aires . No total, o Canarinhos jogou seis vezes. O único gol da equipe foi um jogo não oficial contra Durazno em 28 de novembro de 1923.

VEJA OS CANARINHOS CAMPISTAS JÁ APRESENTADOS
*Policarpo Ribeiro (Poli)
*João Carlos Batista Pinheiro (Pinheiro)
*Valdir Pereira (Didi, Folha Seca)
*Amarildo Tavares da Silveira (Possesso)
*Mário Seixas
*Tite Vieira
*Jarbas Batista (Flecha Negra)
*Manuel Pessanha (Lelé)
*Hélvio Piteira



AMANHÃ A SÉRIE "21 CANARINHOS" IRÁ DESTACAR: PAULINHO DE ALMEIDA, QUE JOGOU NA SELEÇÃO EM 1952 E 1956, ATÉ LÁ....

Comentários