Atleta cabo-friense é vice campeão da 3ª etapa do Circuito Estadual de Vôlei de Praia

Mais uma vez um atleta cabo-friense faz bonito e leva o nome da cidade para o cenário estadual. Matheus Cordeiro, de 16 anos, foi vice campeão da 3ª etapa do Circuito Estadual de Vôlei de Praia sub-17, realizado no último fim de semana, no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Matheus faz dupla com Enzo Marotti, do Rio de Janeiro. Com o resultado, Matheus se mantém na liderança isolada do ranking estadual da categoria. A dupla chegou invicta à final, sendo superada por um dueto do Rio de Janeiro, ficando com o segundo lugar.

Com apenas 16 anos o jovem se destaca pela sua estatura. Ele mede 1,97 de altura, sendo assim, o bloqueador da dupla. Matheus é morador do bairro Jardim Caiçara e treina no Centro de Treinamento Candango, do professor Ricardo Candango, na Praça de São Cristóvão. Para seu treinador, o sucesso do jovem não é novidade.

“Cabo Frio é um celeiro de atletas de alto nível no voleibol. O atual campeão olímpico, Bruno Schmidt, começou no meu CT. Fazemos o máximo para levar estas crianças a um futuro melhor através do esporte, e mesmo que não se tornem atletas olímpicos, serão, sem dúvidas, pessoas melhores”, destaca Ricardo, que é presidente da Liga Cabofriense de Voleibol (Licav), que realiza trabalho com jovens em categorias de base na cidade. Matheus é talento puro e tem tudo para chegar ao estrelato nas areias do mundo, mas precisamos de investidores que acreditem nele, no trabalho que faço com essas crianças e no marketing desportivo”, frisa o professor Ricardo.
Matheus é estudante da Escola Estadual Praia do Siqueira e atualmente trabalha como vendedor de açaí na praia. Ele conta com o apoio e o patrocínio de empresários para arcar com os custos das competições. Apesar das dificuldades, o atleta disse estar muito satisfeito com o desempenho.

“Estou muito feliz pelo resultado, dei o meu melhor e estou satisfeito. Pulei do 5º para 1º do ranking estadual, e isso me motiva ainda mais. Vamos continuar nosso projeto e se Deus quiser, vai dar tudo certo, vou poder levar o nome de Cabo Frio cada vez mais longe. Mas para isso, preciso de apoio”, conta ele, destacando que o apoio de parceiros é fundamental para manter o projeto. A Secretaria de Esporte de Cabo Frio apoia a Liga Cabofriense de Voleibol.