Caso Lucas Gabriel: Macaé perde no Pleno e vai recorrer ao STJD

image
O Macaé voltou a perder, em segunda instância, no caso em que foi denunciado pela escalação irregular do lateral-esquerdo Lucas Gabriel, ainda no Campeonato Carioca da Série A. Nesta quinta-feira (7), o Leão do Norte Fluminense foi julgado no Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) e, por seis votos a um, teve sua pena de 26 pontos perdidos no Estadual mantida, o que faz com que a equipe tenha que jogar a Seletiva do Estadual em 2019. O Macaé, no entanto, irá recorrer à última instância, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Depois de ser julgado e condenado em primeira instância, há dois meses, o Macaé recorreu da decisão e levou o caso ao Pleno. Nesta quinta, seis auditores escolheram por manter a perda de pontos do clube, com apenas um voto pela absolvição. A multa, no entanto, foi dimunída: dos R$ 15 mil aos quais o Macaé foi condenado apagar, a punição financeira caiu para R$ 1 mil.

O caso envolvendo Lucas Gabriel gerou polêmica após o fim do último Estadual, quando o Macaé terminou à frente do Volta Redonda, que entrou no entanto com uma ação na Justiça Desportiva alegando que o lateral Lucas Gabriel esteve atuando irregularmente em seis partidas do campeonato, uma vez que seu contrato já tinha se encerrado. Na altura, a própria diretoria do Macaé admitiu o equívoco, mas falou em "erro de direito" para justificar o problema.

No STJD, o julgamento ainda não tem data. A suprema corte do esporte nacional será o último recurso do Macaé na tentativa de recuperar seus pontos perdidos. O clube segue com sua temporada em curso no presente momento, já que está no mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. O Volta Redonda, beneficiado com a perda de pontos do Macaé, atua pela Série C nacional, atualmente.

Fonte: FutRio

Comentários