Colômbia goleia e deixa Polônia chorando a desclassificação

Polônia x Colômbia
Tudo deu certo para a Colômbia neste domingo. Ciente de que deixaria a disputa antecipadamente caso sofresse uma nova derrota diante da Polônia, a equipe dominou amplamente a partida decisiva da segunda rodada e carimbou 3 a 0 sobre as Águias Brancas, que se despedem da Copa do Mundo com o acúmulo de dois revés consecutivos. 

Na Arena Kazan, os comandados de Pékerman apresentaram uma postura organizada, nada parecida com o do confronto de estreia, contra Senegal, e garantiram a permanência com gols de Yerry Mina, Falcao García e Cuadrado, que se redimiram com a torcida em tarde com show de assistências de James Rodríguez. Do outro lado, nem o maior artilheiro da seleção polonesa, Robert Lewandowski deu jeito na bagunça e a parte vermelha e branca da arquibancada foi embora com lágrimas nos olhos.

Apesar da desclassificação, a Polônia ainda volta aos gramados nesta quinta-feira, em Volgogrado, para cumprir tabela contra o Japão às 11h. No mesmo dia horário, Senegal e Colômbia se enfrentam em Samara.

INÍCIO PEGADO
A tranquilidade passou longe da Arena Kazan neste domingo. Brigando pela permanência na Copa do Mundo, as equipes tentaram não deixar o nervosismo transparecer, mas as decorrentes faltas no primeiro tempo mostraram o contrário. Foram cinco em apenas dez minutos e o início do jogo foi pegado, principalmente pela intensa marcação da Polônia, que evitou dar espaços para os avanços dos sul-americanos.

Como já era de se imaginar, Lewandowski e James Rodríguez, considerados as principais peças da seleção polonesa e colombiana, respectivamente, foram duramente bloqueados. Ainda assim, as primeiras jogadas perigosas partiram do ataque polônes, que se sobressaiu pela organização enquanto a Colômbia ainda tentava se acertar.

Polônia x Colômbia
COLÔMBIA ASSUME O COMANDO DO JOGO
Da beira do campo, Pékerman, que estava aflito, colocou ordem na Colômbia, que logo se recuperou no jogo, ganhou espaços e lançou seus primeiros contra-ataques. No meio de campo, James Rodríguez manteve boa posse de bola e até arriscou o gol após furada de Falcao, errando por pouco. Na sequência, o meia puxou a bola e deixou na medida para o camisa 9, que se atrasou. A hora de finalizar parecia um martírio.

DE CABEÇA, MINA ABRE O PLACAR
No final do primeiro tempo, a postura dos times já estava invertida. Se antes era a Polônia quem comandava as bolas perigosas, a Colômbia conseguiu dominar a partida abusando da marcação adiantada e jogadas altas. Com velocidade, Cuadrado invadiu a grande área, driblou dois marcadores, mas teve o chute travado. Na sequência, James recebeu livre pela direita e cruzou na medida para Mina, que aproveitou o seu 1,95m de altura para subir mais que a defesa e deixar a bola no fundo do gol. Sem chances para Szczesny, que assistiu a dança da comemoração de camarote.

Polônia x Colômbia
PRESSÃO COLOMBIANA
Não se sabe como foi a conversa no vestiário, mas intensidade da seleção colombiana foi mantida para etapa final. Embalado, James Rodríguez acertou cruzamentos e passes com agilidade e se destacou ao lado de Quintero na criação. A postura de Cuadrado também chamou a atenção. Se o meia tinha deixado a desejar pela "fome" contra o Japão, neste domingo ele soube manter a calma e deixou os companheiros em boas condições de gol. 

POLÔNIA APAGADA
Concentrada em se defender das constantes investidas do rival, a Polônia atacou sem grandes perigos até a tentativa de Lewa, aos 12 minutos. Sozinho, o camisa 9 recebeu lançamento da defesa polonesa, dominou e mandou em direção ao gol, mas Ospina se adiantou sabiamente e travou o chute. Após o lance, a Colômbia voltou a se atentar na marcação e conseguiu impedir todos os avanços dos rivais.

Polônia x Colômbia
FALCAO HONRA A BRAÇADEIRA
Capitão da seleção colombiana e esperança de gols da equipe, o atacante Falcao sofreu durante a partida com tentativas frustradas, mas conseguiu se redimir com a torcida aos 23 minutos ao marcar seu primeiro gol em Copas do Mundo. No lance, Quintero recebeu a bola na intermediária e deixou na medida para o artilheiro da seleção ampliar a vitória. Apenas seis minutos se passaram até Juan Cuadrado receber passe certeiro de James Rodríguez e sair em velocidade livre para colocar no canto direito do goleiro Szczesny.

DESESPERO POLONÊS NOS MINUTOS FINAIS
Em bobeira da zaga colombiana, a bola sobrou para Zielinski, que abriu espaço para finalizar, mas Uribe travou o chute a centímetros da meta. Em resposta, a Colômbia voltou ao ataque e foi o próprio Uribe que ficou perto de ampliar de calcanhar, mas Bednarek chegou a tempo de salvar em cima de linha e evitar o quarto gol. Insistente, Lewandowski recuperou a bola e arriscou o gol da entrada da área, mas ninguém passou por Ospina neste domingo.

Polônia x Colômbia
FICHA TÉCNICA
POLÔNIA 0 X 3 COLÔMBIA

Local: Arena Kazan, Kazan (RUS)
Árbitro: Cesar Arturo Ramos (MEX)
Assistentes: Marvin Torrentera (MEX) e Miguel Hernandez (MEX)
Data-Hora: 24/6/2018 - 15h
Cartões amarelos: Bednarek, Goralski (POL)
Cartões vermelhos: -

Gols: Yerry Mina (38'/1ºT)(0-1), Falcao García (23'/2ºT)(0-2), Cuadrado (29'/2ºT)(0-3)

POLÔNIA: Szczesny; Piszczek, Bednarek, Pazdan (Glik, 34 /2ºT); Krychowiak, Goralski, Bereszynski (Teodorczyk, 26'/2ºT), Rybus, Zielinski; Lewandowski, Kownacki (Grosicki, 11'/2ºT). Técnico: Adam Nawalka.

COLÔMBIA: Ospina; Arias, Davinson Sánchez, Mina, Mojica; Barrios, Aguilar (Uribe, 30'/1ºT), Juan Cuadrado, Quintero (Lerma, 27'/2ºT), James Rodríguez; Falcao (Bacca, 32'/2ºT). Técnico: José Pékerman.