Favorita para se classificar no Grupo H, Colômbia estreia na Copa contra a fraca seleção japonesa


Uma das grandes surpresas da última Copa do Mundo, a Colômbia espera fazer ainda mais bonito na Rússia, e para isso, nada como começar com o pé direito e vencer na estreia. Nesta terça-feira (19), às 09:00 (horário de Brasília), nossos vizinhos sul-americanos enfrentam o Japão, em partida válida pelo Grupo H, que tem ainda Polônia e Senegal.

Conseguirão Los Cafetones superar o quinto lugar de 2014? E os japoneses, até onde podem chegar em sua sexta participação consecutiva em um mundial?

COLÔMBIA MANTÉM A BASE E ACUMULA EXPERIÊNCIA
Entrosamento é o que não falta ao time colombiano, que entre seus 23 convocados conta com 10 jogadores que estiveram no Brasil há quatro anos. Grande parte deles acumula vasta experiência no mais alto nível do futebol mundial, como o goleiro Ospina, do Arsenal, os zagueiros Zapata e Mina, que atuam, respectivamente, por Milan e Barcelona, o meia Cuadrado, da Juventus, o atacante Falcão García, do Mônaco, e a estrela da companhia, James Rodríguez, que após sagrar-se artilheiro da Copa de 2014 transferiu-se para o Real Madrid, e hoje defende as cores do Bayern de Munique.

“Temos mais experiência, mais tempo de seleção. Já jogamos um Mundial, algumas Copas América. Temos muitas partidas pela seleção, muitas partidas a nível de clube, enfrentando jogadores de tarimba internacional.”, afirma o volante Carlos Sánchez, do Espanyol, que completa: “A Colômbia aprendeu muito nos últimos anos. Temos enfrentado grandes seleções e temos conquistado resultados positivos. Não será a mesma coisa do Mundial passado. Chegamos à Copa passada sem referência por não termos disputado em 2010. Por conta disso, esse Mundial pode ser mais difícil.”

A equipe comandada pelo argentino José Pékerman começou bem as Eliminatórias Sul-Americanas, mas caiu drasticamente de produção nas rodadas finais, e por pouco não deixou a classificação escapar. Entretanto, está invicta desde então, com uma goleada diante da China (4×0), um triunfo histórico sobre a França (3×2), em pleno Stade de France, e dois empates sem gols com a Austrália e o Egito.

Ao lado da seleção polonesa, cabeça-de-chave do grupo, a Colômbia desponta como favorita para ficar com uma das vagas nas oitavas-de-final.

SELEÇÃO JAPONESA CHEGA À RÚSSIA SEM GRANDES EXPECTATIVAS
O Japão tornou-se uma presença constante em Mundiais desde a sua primeira participação, em 1998, mas com resultados muito pouco expressivos. Suas melhores campanhas aconteceram em 2002, quando foi um dos países sede, e em 2010, na África do Sul. Em ambas as Copas, a equipe nipônica chegou às oitavas-de-final, e acabou derrotada por Turquia e Paraguai. Em 2014, os Samurais Azuis não venceram sequer uma partida, e terminaram na última colocação do Grupo C.

Seus principais expoentes continuam sendo os meias Kagawa, do Borussia Dortmund, e Keisuke Honda, que desde o ano passado atua pelo Pachuca, do México. A dupla de alas Nagatomo e Haraguchi é responsável por desafogar o setor de meio de campo e imprimir velocidade nas jogadas ofensivas. Eles têm total liberdade para subir ao ataque no esquema 4-3-3 implementado por Akira Nishino.

O treinador, que se destacou por seus trabalhos nas divisões de base, assumiu o cargo há apenas dois meses, substituindo o bósnio Vahid Halihodizc, que entrou em rota de colisão com os medalhões do elenco, e não resistiu à uma série de resultados negativos.

O time sofreu um massacre da Coréia do Sul na decisão da Copa do Leste Asiático, e foi goleado pelo placar de 4×1. Nos três primeiros amistosos de 2018, empatou com Mali (1×1), e perdeu para Ucrânia (2×1), Gana (2×0), e Suíça (2×0). Em seu último compromisso antes da Copa, no entanto, a equipe deu um alento ao torcedor com a goleada por 4×2 sobre o Paraguai, já sob a batuta de Nishino.

Os asiáticos, em tese, são a quarta força do grupo, e será uma enorme zebra se conseguirem superar o time colombiano.

 RETROSPECTO DE COLÔMBIA X JAPÃO
Colômbia e Japão já se enfrentaram três vezes ao longo da história, e a vantagem é dos sul-americanos. O primeiro duelo aconteceu na Copa das Confederações de 2003, na França, e os colombianos venceram pela contagem mínima. O reencontro aconteceu quatro anos depois, em um amistoso disputado em Saitama, que terminou empatado em 0x0. Os times também foram adversários na última Copa do Mundo, e mesmo poupando titulares, a Colômbia venceu com muita facilidade pelo placar de 4×1.

Últimos resultados
24/06/2014 – Japão 1×4 Colômbia
05/06/2007- Japão 0x0 Colômbia
22/06/2003 – Japão 0x1 Colômbia

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES
Colômbia: Ospina; Arias, Mina, Sánchez e Díaz; Barrios, Carlos Sánchez e James Rodriguez; Cuadrado, Uribe e Falcao Garcia. Técnico: José Pékerman

Japão: Kawashima; Sakai, Yoshida, Makino e Nagatomo; Oshima, Hasebe, Honda e Kagawa; Haraguchi e Osako. Técnico: Akira Nishino.

Comentários