Grupo E: Costa Rica e Sérvia estreiam e não querem morrer na praia


Um pouco antes da estreia do Brasil, às 9h (de Brasília), Costa Rica e Sérvia se enfrentam no jogo de abertura do Grupo E da Copa do Mundo. O estádio é a Arena Samara, palco onde o Brasil, caso termine na liderança de seu grupo, jogará a partida das oitavas de final, no dia 2 de julho.

O duelo é uma decisão. Costa Rica e Sérvia, embora não sejam fracas, são consideradas as duas seleções menos cotadas do grupo. Por isso, uma vitória é considerada vital para que as chances de classificação sigam na alça de mira.

- Este jogo vai ser a chave da nossa classificação.  Vencer vai nos dar maior força para enfrentar a Suíça e buscar a vaga - disse o lateral-esquerdo Koralov, titular da Sérvia e da Roma (ITA).

- Quem vencer fica a um passo da classificação - ratifica González, zagueiro da Costa Rica e do Bologna (ITA).

Como está a Costa Rica?
Os amistosos que o time fez deixaram a desejar. O triunfo por 3 a 0 sobre a fraca Irlanda do Norte foi totalmente anulado pelas derrotas contra Inglaterra, por 2 a 0, e a goleada sofrida para a Bélgica, por 4 a 1, mostrando que contra as seleções mais fortes, os resultados e o bom futebol não apareceram.

Como a Costa Rica vai jogar?
Óscar Ramírez não vai inventar: o tradicional 3-5-2 segue mantido, com Gamboa e Oviedo nas laterais e dois homens de criação (Bolaños e Brian Ruiz) chegando no atacante Ureña.

Pode ter surpresa na escalação dos 'Ticos'?
A ideia é quase o repeteco da seleção que brilhou no Brasil-2014. Mas não pode ser descartada a entrada de Campbell ou Venegas no início, com o treinador optando pelo experiente Brian Ruiz na etapa final. Ruiz é o craque do time, mas não está em boa fase e fisicamente deixa a desejar. Ele pode ser mais importante se usado na etapa final.

Como está a Sérvia?
O treinador Krstajic disse que está bem feliz com as três semanas que teve para trabalhar um grupo de jogadores  que estavam cansados de uma temporada pesada nos principais torneios da Europa (tirando o goleiro Stojkovic, todos atuam fora do país) e que "amistoso é amistoso", em alusão aos resultados pouco convincentes, perdendo para Marrocos e Chile e vencendo Nigéria e Bolívia.

Como a Sérvia vai jogar?
No 4-2-3-1, com dois volantes bem fixos, auxiliando o garoto Milenkovic na zaga e dando cobertura para os laterais Rukavina e (principalmente) Koralov partirem para o ataque. Mitrovic joga enfiando na frente.

Pode ter surpresa na escalação sérvia?
Krstajic disse que vai repetir a base do último amistoso (5 a 1 na Bolívia), pois gostou do que viu. Há apenas um dilema na cabeça do treinador, no meio de campo. Escalar desde o início o espanhol naturalizado sérvio Milinkovic-Savic, jovem de 23 anos e apenas duas partidas na seleção ou se vai com o bem mais experiente Milivojevic.

Curiosidades do jogo
O técnico Óscar Ramírez foi jogador da Costa Rica na Copa de 1990. Era, aliás, o cérebro do meio de campo do time que enfrentou o Brasil e perdei por 1 a 0 (gol de Müller). Naquele ano, Brasil e Costa Rica avançaram às oitavas (a Costa Rica caiu para a Tchecoslováquia nesta fase).

O técnico Mladen Krstajic assumiu a seleção depois das Eliminatórias, pois  a federação queria uma cara nova e que chamasse os jogadores mais jovens. Krstaljic fez o que os cartolas queriam e o time conta com muitos jovens, dois deles prováveis titulares: Milenkovic e Milinkovic-Savic.

Ivanovic está na reserva. Mas, caso entre em campo, se tornará o jogador com mais partidas na história de sua seleção, com 105 jogos (hoje está empatado com Dejan Stankovic, aquele mesmo que defendeu a Inter de Milão).

FICHA TÉCNICA:
Domingo, 9h
Costa Rica x Sérvia
Local: Arena Samara (Samara)
Número de jogos da sede na Copa: 6
Árbitro: Malang Diedhiou (SEN)
Auxiliares: Djibril Camara (SEN) e El Hadji Samba (SEN)