Luiz Felipe assume erros de conclusão e superioridade do Barra da Tijuca

O técnico Luiz Felipe Santos foi muito sincero ao assumir a superioridade do Barra da Tijuca na partida do último sábado (9), na Conselheiro Galvão. No duelo, os mandante venceram o Serra Macaense por 2 a 0. Parte do resultado ruim, segundo o comandante da equipe do Norte Fluminense, foi pela pontaria ruim do Serra e da tarde inspirada do goleiro adversário, Victor Brasil, que garantiu a contagem zerada pelo lado do time de Macaé.

- Acho que o jogo foi bom. Nós criamos situações e eles também. Eles foram mais eficientes na parte ofensiva. Nós também criamos, mas acho que o goleiro adversário teve um dia especial, em bolas que normalmente a gente conseguiria fazer o gol, ele apareceu muito bem. A vitória do Barra da Tijuca foi merecida. Foi um dia em que erramos algumas jogadas que não costumamos erra - falou, ainda analisando o duelo e o campo mais apertado da Conselheiro Galvão.

- Acho que quando você joga em um estádio um pouco mais apertado, o jogo fica mais vivo. Os espaços acabam diminuindo e você tem que descentralizar o jogo, conseguir verticalizar. A gente procurou fazer isso. Não faltou espaço, a gente teve espaço em alguns momentos, mas faltou concluir com maior precisão.

Com a partida do meio de semana adiada, o Serra Macaense volta a campo no dia 16 de junho, às 15h, para enfrentar o Sampaio Corrêa, no Ferreirão. 

Fonte: FutRio

Comentários