Missão difícil: Carapebus busca bom resultado fora de casa diante do Duque de Caxias


A situação do Carapebus é péssima na Série B1 do Campeonato Carioca. Com apenas um ponto, a equipe está na lanterna da competição e não consegue outras vitórias para sair da zona de rebaixamento. Apesar de ter apenas 20 anos, Matheus Pivô já é rodado, tem passagem pelo Grêmio (RS), mas admitiu que um grupo jovem como o do Norte Fluminense sente mais os momentos difíceis e precisa reagir. O duelo entre Carapebus e Duque de Caxias acontece neste sábado (20), às 15h, no Estádio Marrentão. 

– A gente sabe que é difícil recuperar o lado emocional com uma média de idade baixa que temos. É preciso ter um ou dois jogadores experientes no elenco. Mas vamos jogar esses dois jogos que nos restam no primeiro turno para sair da lanterna. Temos um jogo difícil, mas precisamos sair vitoriosos e vamos conseguir, se Deus quiser – ressaltou o jogador.


Na próxima rodada, o duelo será contra o Duque de Caxias, no temido gramado do Marrentão. Pivô revelou que o técnico Samarone Oliveira já alertou sobre as dificuldades do campo e não escondeu que a tática será jogar na defesa:

– O professor fala com todo o grupo que o gramado do Marrentão é ruim. Mas temos que ir para o jogo e fechar a casinha. Vai ser difícil porque o time deles não vai ficar na defesa, vai querer ir para cima da gente. Temos que aproveitar os contra-ataques e matar o jogo quando tivermos as oportunidades.

DUQUE DE CAXIAS
Se tivesse derrotado o Bonsucesso, o Duque de Caxias estaria na terceira colocação do Grupo B da Taça Santos Dumont, com os mesmos 13 pontos do vice-líder Friburguense, só perdendo no saldo de gols. O empate deixou as chances de classificação menores. Porém, como nas duas últimas rodadas da Taça Santos Dumont, o Tricolor da Baixada vai enfrentar os lanternas Carapebus e Olaria, o técnico Júlio Marinho mantém a esperança pela vaga.

– Contra o Bonsucesso, achei nossa equipe abaixo do que podemos jogar. Talvez a sequência de jogos, quarta e sábado, tenha nos atrapalhado um pouco. Queríamos a vitória para chegar no G-2 nessas duas últimas rodadas. Mas não perdemos as esperanças. Ficar em primeiro será difícil, mas creio que em segundo podemos ficar – afirmou o treinador.

Porém, Júlio Marinho pregou respeito aos adversários, disse que a responsabilidade do Duque de Caxias não será maior por enfrentar os lanternas, e não escondeu que o péssimo estado do gramado do Marrentão prejudica sua própria equipe:

– Nossa responsabilidade não será maior pelo fato de enfrentarmos o lanterna, sabemos que será difícil. Talvez se jogássemos em um campo melhor, nosso trabalho de bola seria bom, mas nosso campo dificulta muito nosso estilo de jogo, de toque de bola. Acabamos sendo prejudicados. Mas é o nosso campo e temos que fazer valer o mando.

DUQUE DE CAXIAS F.C X AA CARAPEBUS MARRENTÃO 23/06/2018 15:00:00
Árbitro: MÁRCIO DE ALMEIDA ROCHA
Árbitro Assistente N°1: WAGNER DE ALMEIDA SANTOS
Árbitro Assistente N°2: DIEGO MACHADO DA SILVA ROCHA
4° Árbitro:* LUCAS COELHO SANTOS
Técnico: SIMONE XAVIER DE PAULA E SILVA