Pipico desperdiça pênalti, Macaé perde para o Novorizontino (SP) e está fora da Série D

O Rio de Janeiro não tem mais nenhum representante na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (9), o Macaé foi batido em casa pelo Novorizontino (SP), perdendo por 1 a 0 e dizendo adeus à competição antes da fase de oitavas de final. A equipe já tinha perdido o jogo de ida por 2 a 1 e precisava vencer de qualquer maneira, mas acabou derrotado com gol solitário de Cléo Silva. O atacante Pipico ainda perdeu um pênalti, na segunda etapa, em uma das raras chances do time da casa, que jogou de portões fechados no Moacyrzão, que não teve laudos técnicos disponíveis para receber torcedores.

O clima no Moacyrzão era diferente para um jogo tão importante. Sem laudos, os portões estavam cerrados e apenas uma dezena de torcedores estavam do lado de fora, em cima de um trio elétrico, soltando fogos e tocando instrumentos. Em campo, o Macaé não pareceu sentir falta da atmosfera de um jogo normal. Logo no começo, o Leão chegou em um chute de Murilo, para fora. Depois, Pipico rolou para Alex que chutou para defesa de Oliveira.

O Macaé estava em cima, com mais posse de bola e tentando criar oportunidades, mas foi um erro de posicionamento defensivo que acabou custando caro e decidindo o jogo. Aos 32, Anderson Cavalo ganhou jogada de Murilo pelo alto e deixou Cléo Silva livre para entrar pelo lado da área e chutar cruzado, fazendo 1 a 0 para o Novorizontino e complicando ainda mais as coisas para o Alvianil Praiano.

Depois de ser pouco efetivo no fim do primeiro tempo e não conseguir criar chances perante uma fechada defesa paulista, o Macaé voltou para a segunda etapa também sem grande inspiração. Um chute de Alex, de longa distância, foi tudo que o time conseguiu render no começo. Quem perdeu uma chance clara foi o Novorizontino, quando Réverson driblou Cássio e cruzou para Elvis Marley que, livre, chutou para fora.

Pouco depois, Cléo Silva fez bela jogada e lançou Elvis Marley, que chutou para linda defesa de Luis Cetin. Se era pressionado, o Macaé conseguiu sair do sufoco aos 16: Júlio Nascimento deu um belo passe em profundidade para Pipico, que recebeu na grande área e foi derrubado. Pênalti que poderia dar tranquilidade ao time, mas Pipico foi azarado. Ao bater e deslocar Oliveira, a bola bateu em um buraco e acertou a trave.

A partir daí, o Macaé pareceu mesmo ter sentido o baque e nunca mais foi tão perigoso no ataque. O Novorizontino é que esteve perto do segundo, como num lance em que Luis Felipe ia fazendo gol contra após escanteio batido da esquerda, mas o goleiro Cetin salvou em cima da linha. Apesar de rondar a área rival no fim do jogo, o Leão já não tinha forças para reagir e acabou eliminado pelo algoz de times do Rio nesta Série D. Antes do Macaé, o Novorizontino já tinha eliminado o Americano, fazendo agora mais uma vítima e seguindo adiante na competição nacional.

Macaé 0x1 Novorizontino (SP) - Campeonato Brasileiro Série D, segunda fase, jogo de volta - 9/6/2018 às 15h

Estádio Moacyrzão (Macaé - RJ)
Árbitro: Edmar Campos Encarnação (AM)
Assistentes: Alexsandro Lira de Andrade (AM) e Jander Rodrigues Lopes (AM)

Macaé: Luis Cetin; Cássio, Willian Thuran, Luis Felipe e Murilo; Júlio Nascimento, Alex (Léo Henrique 43'/2ºT) e Miguel; Maranhão (Matheus Babi 10'/2ºT), Felipe Augusto (Yago 33'/2ºT) e Pipico. Técnico: Felipe Conceição.

Novorizontino: Oliveira; Marcelo Tchê, João Vitor, Vinícius e Reverson; Marzagão, Jocinei, Elvis Marley (Lucas Newiton 27'/2ºT), Pereira (Nathan 37'/2ºT) e Cléo Silva (Francis 42'/2ºT); Anderson Cavalo. Técnico: Ito Roque.

Cartões amarelos: Miguel, Felipe Augusto, Cássio, Julio Nascimento (MAC); Marcelo Tchê, Pereira, Anderson Cavalo (GNO)

Gol: Cléo Silva, 33'/1ºT (0-1)

Renda e público: portões fechados

Fonte: FutRio

Comentários