Prognósticos para Croácia x Nigéria, pelo Grupo D da Copa do Mundo 2018


A Copa do Mundo sempre traz contrastes interessantes em duelos que envolvem seleções da Europa e da África. E o primeiro desses confrontos será realizado já neste sábado (16), a partir das 16h (de Brasília), na cidade de Kaliningrado, com Croácia x Nigéria. As duas seleções integram o Grupo D, ao lado de Argentina e Islândia. Talvez esta seja a chave mais forte da Copa do Mundo, com favoritismo evidente da Argentina para avançar de fase, mas com todas as outras três seleções pintando com chances de seguir para as oitavas de final.

CROÁCIA APOSTA EM FUTEBOL LEVE
A Croácia (e sua charmosa camisa quadriculada) durante muito tempo foi comparada ao Brasil pelo estilo que priorizava a técnica e a criatividade em campo. Das seleções europeias, a Croácia é, com certeza, aquela que mais carrega a inspiração brasileira em seu DNA. O time é leve e muito agradável de ver jogar. Um exemplo disso veio no próprio amistoso realizado há duas semanas, quando o Brasil ganhou por 2×0, é verdade, mas a saída de jogo croata mostrou qualidade nos pés de Modric, Rakitic e Perisic.

O grande trunfo dos croatas vai ser este: conseguir levar perigo à Nigéria especialmente com a bola no chão. Os nigerianos se defendem mal, e o técnico Zlatko Dalic sabe bem disso e pode até mesmo reforçar o seu ataque, que deve contar com dois atletas de boa técnica e bom jogo aéreo, casos de Kramaric e Mandzukic.

O craque é mesmo Luka Modric, titular do Real Madrid e um jogador que seria destaque em muitas das seleções de maior porte nesta Copa. É de se imaginar que a Nigéria adote uma marcação pesada nele, se aproveitando do fato de que o craque é franzino, de meros 65 quilos e 1,72 metro. “Lukita”, como os espanhóis gostam de chamá-lo, terá outros parceiros igualmente capacitados, como Rakitic, do Barcelona. Se os dois tiverem liberdade para jogar, a Croácia tem condições de superar a Nigéria sem muitos sustos, mas o difícil é imaginar que os nigerianos vão dar sossego para a dupla durante os 90 minutos.

NIGÉRIA CHEGA COMBALIDA
Os africanos sonham em repetir a classificação às oitavas de final que obtiveram na Copa do Mundo de 2014. A Nigéria, aliás, tem um bom aproveitamento. Dos cinco Mundiais até aqui, superou a fase de grupos em três deles, em 1994, 1998 e 2014. Mas jamais passou do primeiro mata-mata, caindo diante de Itália, Dinamarca e França, respectivamente.

Falar da Nigéria que entra em campo neste sábado contra a Croácia é falar obrigatoriamente de dois jogadores, o camisa 10 Obi Mikel e o seu parceiro de longa data, Moses, com a camisa 11.

Mikel está com 31 anos e joga no Tianjin Teda, da China, mas ficou famoso por defender o Chelsea por quase dez anos, de 2006 a 2017. De toque de bola esperto e de um fôlego notável para ajudar o time também na defesa, Mikel caiu bastante de produção nas últimas temporadas, e seu rendimento em campo na Rússia é uma verdadeira incógnita.

Quem não enfrenta muitas dúvidas é Victor Moses, que segue firme no Chelsea e é uma excelente opção de ataque pela direita, onde corre o campo todo e aparece como alternativa também na hora de precisar trancar o resultado. Contar com sua boa participação vai ser essencial para uma Nigéria que atravessa uma fase complicada, com derrotas em amistosos para República Checa (1×0), Inglaterra (2×1) e Sérvia (2×0) e um pálido 1×1 com o Congo durante a preparação.

PALPITE
A Croácia tem mais time e tem jogadores que estão mais acostumados com aos rigores da elite da bola. O único ponto de dúvida é saber se a Nigéria vai se dar bem com suas táticas suicidas como as que deram certo no amistoso do fim do ano passado contra a Argentina, com uma surpreendente vitória por 4×2. Nada, porém, que abale o favoritismo croata. Imaginamos um 2×0 para os europeus. E você? O que espera deste Croácia x Nigéria?