Roy lamenta Sampaio não ter aberto marcador quando pressionava o Barra

Depois da bonança, a tempestade. Após três vitórias seguidas na Série B1, o Sampaio Corrêa sofreu o segundo revés consecutivo ao ser derrotado por 1 a 0 pelo Barra da Tijuca, na quarta-feira (13). Antônio Carlos Roy lamentou o fato de sua equipe não ter conseguido marcar nos minutos iniciais, quando pressionava o adversário.

- Sabíamos que eles teriam uma proposta de esperar mais e não poderíamos errar. Começamos marcando pressão, tivemos chances para roubar algumas bolas pra sair na cara do gol, mas não tivemos tranquilidade. Em uma escapada deles, eles fizeram o gol. Depois disso, não trabalhamos bem a bola, ficamos arriscando a bola longa que foi algo que eu não pedi. Ainda tivemos boas chances, mas não conseguimos marcar - explicou o treinador.

Com um momento complicado para administrar, Antônio Carlos Roy afirmou que o momento é de tranquilidade para a equipe voltar a vencer e recuperar a posição dentro da zona de classificação às semifinais da Taça Santos Dumont.

- Agora é ter tranquilidade. Sabíamos das dificuldades do campeonato. Não tínhamos o pensamento que ficaríamos invictos sempre. É trabalhar pra voltarmos para o G-2 - disse.

E na próxima rodada o Sampaio Corrêa não terá vida fácil. O Galinho da Serra encara o Serra Macaense, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, às 15h de sábado (16). 

Fonte: FutRio