Americano bate o Friburguense, por 2 a 0, e está na decisão da Taça Santos Dumont

image
O Americano está na final da Taça Santos Dumont. Nesta quarta-feira (4), o time engatou a oitava vitória consecutiva ao derrotar o Friburguense por 2 a 0 no Estádio Ângelo de Carvalho, em Campos, no jogo único da semifinal. Os gols foram de Cláudio Maradona e Marquinhos. Agora, o Canão encara o Tigres, que eliminou o America no outro lado da chave, na decisão do primeiro turno da Série B1 do Campeonato Estadual.

Para tornar a tarde ainda mais feliz, o Alvinegro ainda ganhou o sorteio e, desta forma, jogará a final com o mando de campo no próximo sábado (7), às 15h. O clube ainda não confirmou se jogará no Ângelo de Carvalho ou escolherá outro palco. Não há, no entanto, vantagem técnica: em caso de empate, pênaltis. Já o Friburguense só volta a campo dia 14, quando encara o America, no Giulite Coutinho, pela abertura da Taça Corcovado.

Gol relâmpago define rumo do jogo
Na primeira ação ofensiva da partida, com apenas três minutos de jogo, o Americano saiu na frente. Cláudio Maradona recebe passe em profundidade na direita, com muita liberdade, avançou e tocou com categoria na saída de Luiz Felipe: 1 a 0. A resposta imediata viria aos oito: Ricardo fez grande jogada pela esquerda e cruzou na pequena área. Dedé, com o gol vazio, chutou por cima e desperdiçou a melhor oportunidade da partida.
Apesar de buscar um domínio territorial, já que só a virada interessava para se classificar, o Friburguense dava espaços. Em um deles, aos 40 minutos, após lançamento longo do goleiro Luiz Henrique, a bola parou nos pés de George. O meia, no entanto, foi derrubado por Luiz Felipe na área. Pênalti cobrado por Marquinhos, com tranquilidade, para ampliar o marcador e deixar a situação adversária praticamente irreversível.

Jogo controlado e expulsões no fim
O Friburguense partiu para o ataque no segundo tempo, mas de forma insuficiente. As melhores chances eram sempre em chutes de fora da área ou em cobranças de falta. Em uma delas, Juninho assustou Luiz Henrique. Em outra, foi a vez de Dieguinho. Sempre para fora. O goleiro alvinegro sequer foi exigido.

Já o Americano, com o resultado favorável, apostava em contra-ataques. Desta forma, ainda conseguiu por duas vezes tirar jogadores do adversário. Primeiro com Cláudio Maradona, que foi derrubado por Sérgio Gomes, último homem, mas o primeiro a levar o cartão vermelho, aos 30. Dez minutos depois, foi Bidu quem parou uma jogada promissora de Bruno Vianna e levou o segundo amarelo. Ali, o caminho estava traçado: 2 a 0 e Alvinegro finalista.

Americano 2x0 Friburguense - Taça Santos Dumont, semifinal - 04/07/2018 às 15h

Estádio Ângelo de Carvalho (Campos dos Goytacazes-RJ)
Árbitro: Diego Henrique Gandara
Assistentes: Rafael Gomes Rosa e Carlos Áquilla Lima da Conceição

Americano: Luiz Henrique; Sanderson, Admilton, Kadu e Rafinha; Vandinho, Marquinhos e George (Abuda, 25’/2ºT); Bruno Vianna, Maikon Aquino (Luan, 12’/2ºT) e Cláudio Maradona (Paulo Vítor, 32’/2ºT). Técnico: Josué Teixeira.

Friburguense: Luiz Felipe; Murillo (Yan, 18’/2ºT), Sérgio Gomes, Bidu e Ricardo; Damião (Juninho, intervalo), Vitinho, Dieguinho e Lucas Sales; Ziquinha (Paulo Roberto, Intervalo) e Dedé. Técnico: Cadão.

Cartões amarelos: Sanderson, Admilton e Cláudio Maradona (ANO); Murillo, Sérgio Gomes, Bidu e Dieguinho (FRI)

Gols: Cláudio Maradona, 3’/1ºT (1-0); Marquinhos, 42’/1ºT (2-0)

Público: 238 pagantes (289 presentes)
Renda: R$ 5.670,00

Fonte: FutRio

Comentários