Botafogo vence a Chapecoense, sobe na tabela e afasta a crise

Com um gol marcado pelo lateral-direito Marcinho, o Botafogo derrotou a Chapecoense por 1 a 0, em partida disputada na noite desta quinta-feia, no estádio Nilton Santos. O resultado deve servir para amenizar a crise que tomou conta do clube de General Severiano nos últimos dias. Foi a primeira vitória do técnico Marcos Paquetá que vinha de duas derrotas. Agora, o Botafogo subiu para a décima posição do Campeonato Brasileiro com 20 pontos ganhos. A Chapecoense entrou na zona de rebaixamento. Ocupa a 17ª colocação com 16 pontos ganhos.

Sem vencer no Campeonato Brasileiro desde a saída do técnico Alberto Valentim, o Botafogo não precisou ser brilhante para ser melhor do que o adversário e merecer a vitória. A Chapecoense voltou a mostrar irregularidade. O time de Santa Catarina ainda não conseguiu vencer fora de casa e a pressão deve aumentar nos próximos dias.

Na próxima rodada, o Botafogo vai visitar o Inter, no Beira-Rio. A Chapecoense vai receber o Grêmio na Arena Condá.

O jogo – Em situação complicada no Campeonato Brasileiro, os dois times começaram a partida no ataque. A Chapecoense foi a primeira a ameaçar com um chute de Leandro Pereira logo no primeiro minuto. O time catarinense seguiu tentando colocar pressão e, aos cinco, novamente Leandro Pereira chutou forte, mas Saulo fez boa defesa.

O Botafogo chegou, pela primeira vez, aos sete minutos em conclusão de Leo Valencia que não levou perigo para Jandrei. Aos 11 minutos, Gilson, atuando mais avançado, fez boa jogada pela esquerda e lançou Kieza na área, masa zaga aliviou o perigo.

Aos 16 minutos, o Botafogo criou o primeiro momento de emoção.Matheus Fernando arriscou da entrada da área e a bola passou muito perto da trave defendida por Jandrei.
Botafogo x Chapecoense
A torcida alvinegra tentava empurrar o time para a frente, mas a Chape se defendia bem. Aos 20, novamente o volante Matheus Fernandes arriscou, mas o goleiro Jandrei defendeu com segurança. O Botafogo ficava mais tempo com a bola e tentava criar jogadas para a conclusão dos atacantes, mas a zaga catarinense bloqueava vem as avançadas do alvinegro carioca.Aos 29 minutos, a Chape assustou com um chute de Bruno Silva, mas a bola saiu.

Depois dos 30 minutos, o técnico Marcos Paquetá inverteu a posição dos atacante Rodrigo Pimpão e do meia Leo Valencia, numa tentativa de confundir a marcação da equipe visitante.

Aos 43 minutos, Matheus Fernandes foi derrubado por Douglas na entrada da área. Na cobrança de Leo Valencia, a bola bateu na mão do mesmo Douglas e o árbitro marcou nova falta. Valencia chutou e a bola bateu na barreira.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo e,logo aos três minutos, lançado por Bruno Paheco, Bruno Silva caiu na área e pediu pênalti. Aos sete minutos, a torcida alvinegra levou grande susto quando Igor Rabello, com a bola dominada, tentou recuar para Saulo e quase deixou Leandro Pereira na cara do gol. O goleiro botafoguense foi mais esperto e ficou com a bola.

Aos nove minutos, o Botafogo marcou. Leo Valancia cruzou na área, Kieza escorou e Marcinho mandou a bomba, sem defesa para Jandrei. Foi o primeiro gol do lateral como profissional.

Sem outra opção, a Chape se lançou ao ataque e abriu espaços para o adversário como aconteceu aos 23 minutos. Valencia cruzou e Kieza desviou para a defesa de Jandrei.

Marcos Paquetá promoveu o retorno do meia Renatinho, recuperado de lesão, na vaga de Leo Valencia, tentando dar mais mobilidade ao meio campo alvinegro. Aos 37 minutos, Moisés conseguiu colocar a bola nas redes, após cruzamento de Kieza, mas a arbitragem invalidou o lance, marcando impedimento.

Nos minutos finais, a equipe catarinense pressionou e chegou a marcar com Leandro Pereira, mas o árbitro marcou impedimento.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 CHAPECOENSE
Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de julho de 2018, quinta-feira
Hora: 19h30 (de Brasília)
Público: 6.912 pagantes
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Cartão Amarelo: Rodrigo Pimpão, Rodrigo Lindoso(Bota); Canteros, Douglas, Doffo(Chape)
Gols:
BOTAFOGO: Marcinho, aos nove minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Paulo, Marcinho(Luis Ricardo), Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes,Gilson e Leo Valencia(Renatinho); Rodrigo Pimpão e Kieza
Técnico: Marcos Paquetá

CHAPECOENSE: Jandrei, Eduardo Oliveira, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Canteros(Doffo), Elicarlos e Osman(Guilherme);Bruno Silva e Leandro Pereira
Técnico: Gilson Kleina

Comentários