Fúria Campista participa do Brasileiro feminino de Futsal

Apesar do preconceito ainda ser uma barreira, as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço no futsal com excelentes resultados em competições. Um exemplo disso é a Fúria Campista, equipe de Campos que tem oito anos de existência e diversas conquistas, como de campeã estadual de 2017 e da 1ª Copa Regional de 2018. As boas campanhas renderam a vaga do Campeonato Brasileiro deste ano, que será realizado em setembro.

— A equipe conquistou diversos títulos importantes, provando a sua força. Esse ano teremos o Brasileiro e, para fazer uma boa campanha, estamos nos preparando bem para o desafio — disse o técnico Rômulo Maia.

Nesta semana, a equipe campista fechou uma parceria com a Fundação Municipal de Esportes (FME), que vai disponibilizar o uniforme para as atletas, um local para treinos e apoio logístico, como transporte. A parceria prevê ainda a criação de uma escolinha de futebol para as atletas com aulas duas vezes por semana.
O principal desafio da temporada será a primeira participação no Campeonato Brasileiro, que vai acontecer no Rio de Janeiro, no feriadão de 7 de setembro. A Fúria Campista é o único time do interior na competição. A vaga para o Campeonato Brasileiro foi conquistada com o título do Campeonato Estadual de Futsal Feminino. 

Antes disso, o desafio será a primeira etapa do Open Rio, que acontecerá no dia 29 de julho, em Quissamã, reunindo as equipes de Macaé, Cabo Frio, Quissamã, Nova Friburgo e Aperibé. O Open será marcado por três etapas. A segunda será no mês de setembro, em Petrópolis e, a última, em outubro, em Nova Iguaçu, quando será definida a equipe campeã.
Esforço em busca do sonho
As atletas da Fúria Campista, que tem idade entre 16 e 32 anos, driblam a correria do dia a dia para treinar todo o sábado à tarde. A maioria estuda ou trabalha e não tem como treinar durante a semana e acabam trocando a tarde livre do sábado para treinar e melhorar o rendimento técnico. Assim, com muito esforço, conquistar o sonho de jogar. Nenhuma tem salário, apenas amor pelo esporte.

A capitã do time Vivian Melo, que por 13 anos representou a equipe campista, destacou a importância do Brasileiro para as jogadoras. "O maior sonho é ver essa nova geração de atletas tendo mais oportunidade do que eu tive. Acredito que poder participar do Campeonato Brasileiro vai abrir portas para essas jovens atletas", conta Vivian.
Na 1ª Copa Regional de Futsal Feminino, que aconteceu no mês de junho com seis equipes (Real Macaé, Soberanas, Destemidas, Safa, Juventus e Fúria Campista), a equipe de Campos fez 10 gols e terminou o campeonato como campeã invicta. Só este ano, a Fúria já participou de 28 eventos esportivos.