Jogos da Maturidade têm mais uma fase classificatória em Campos

Dando sequência aos Jogos da Maturidade, nesta terça-feira (3), os idosos das Casas de Convivência do Parque Tamandaré, Travessão, Conselheiro Josino, Dores de Macabu,  Centro Dia além do grupo do projeto Idoso em Ação, da Universidade Estadual Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf); fizeram mais uma fase classificatória. Desta vez, as modalidades foram: dama, dominó, chute a gol e jogos de argola. Ao todo, participaram 427 idosos. A final será realizada na Fundação Municipal de Esportes (FME), no dia 21 de julho. 

Segundo a superintendente do Envelhecimento Saudável e Ativo, Heloísa Landim, todas as modalidades aplicadas nos Jogos da Maturidade são extremamente importantes para a preservação da memória recente, estimulando as funções neurais. 
— Com os Jogos estamos conseguindo mesclar o papel cognitivo, importante aliado da reflexão e do raciocínio. Tudo está diretamente ligado à Rede de Proteção Social, graças ao governo Rafael Diniz. O jogo de argolas, por exemplo, trabalha o equilíbrio dinâmico que ajuda em uma ação simples do dia a dia que é embarcar no ônibus ou subir uma escada. A argola e o boliche movimentam pernas e tronco, simultaneamente. Não é realizar atividade física, somente — ressalta Heloísa.    
Silvana Barreto é a coordenadora da Casa de Convivência de Travessão e ressalta a empolgação dos assistidos com a realização dos jogos internos. “Os nossos idosos não sabem o que é sedentarismo. Nunca na história da Casa aconteceu algum evento parecido com os Jogos da Maturidade. Eles estão treinando com muita disposição para serem os campeões”.  

Os Jogos da Maturidade têm o apoio do hospital Unimed, Slake, cursos TASK, Movimento das Cores e Isecensa.