Josué Teixeira fala sobre problemas financeiros no Americano

O técnico Josué Teixeira usou um tom de desabafo para falar com a imprensa após a conquista da Taça Santos Dumont, o primeiro turno da Segundona do Campeonato Carioca. O treinador revelou problemas financeiros existentes no Americano e salários atrasados na equipe. O presidente do clube, Carlos Abreu, por sua vez, alegou que na verdade são direitos de imagens e de apenas alguns jogadores que estão em falta neste momento.

Josué Teixeira, que é conhecido também pela gestão de pessoas, revelou parte do bate papo que tem com os atletas neste período instável financeiramente no clube. O técnico pediu profissionalismo para os seus comandados e reforçou que todos têm as suas necessidades, mostrando desconforto com a situação.

- Quero acertar a questões financeira. Salários atrasados dos jogadores. Todos eles lutam direto. É chato, não sou um cara de ficar com um discurso vazio com ninguém. Minha palavra é uma só. Falo que não trabalho com jogador de futebol, eu trabalho com homem, ser humano... e ser humano tem necessidades. A gente ganha um campeonato hoje e amanhã a vida continua, tuas contas vão chegar. Elas não param de chegar - alegou o treinador.

O presidente Carlos Abreu, na sua versão à Rádio FutRio, antes de entregar as medalhas e levantar o troféu de campeão do primeiro turno com os jogadores, alegou que não existem salários atrasados. O dirigente apontou que outras dívidas foram descobertas, mas prometeu uma rápida solução para o caso.

- A gente tem enfrentado uma grande dificuldade financeira no clube, a gente não esconde isso de ninguém. A expectativa é que estejamos resolvendo isso esse mês ainda. A gente está com um grupo de investidores que estão se aproximando do clube. A tendência é que a gente possa suprir essas necessidades que não foram criadas pela gente, mas que apareceram. A gente tem essa dificuldade. São débitos que apareceram para o clube e a gente tem que honrar - respondeu.

Problemas de dentro do campo também são superados pelo Americano
Se fora do campo a equipe vive uma instabilidade financeira e teve força para passar pelo problema, dentro de campo os jogadores também superaram duas lesões importantes. O time perdeu, ainda no primeiro tempo, Marquinhos, lesionado. Abuda substituto dele - curiosamente, - também deixou o gramado machucado. A equipe por pouco também não contou com Vandinho, que só foi a campo após ter passado no teste do vestiário.

Josué Teixeira contou parte da preleção feita antes do jogo contra o Tigres do Brasil, no Ângelo de Carvalho. O principal ponto abordado foi o caminho encurtado para o acesso à elite do Campeonato Carioca, em caso de um resultado positivo neste domingo (8), no Norte Fluminense.

- Eu falei para eles que a vitória nos possibilita jogar só mais dois jogos para o acesso. A derrota te obriga a jogar mais 11 e depois mais dois. Hoje era o dia para ganhar. A gente perdeu dois jogadores no primeiro tempo, vira o jogo perdendo e faz um gol do empate um pouco antes do tempo técnico. Isso é o futebol, por isso ele mexe paixões - contou.

A equipe volta a campo já no próximo sábado, dia 14 de julho, às 15h, no mesmo Ângelo de Carvalho, para pegar o Carapebus.

Fonte: FutRio.

Comentários