Comoção no sepultamento do ex-jogador Sérgio Pantera, em Búzios

Nesta segunda-feira (16), Armação dos Búzios parou para dar o último adeus a Sérgio Silveira de Souza, o Pantera, de 54 anos, ex-jogador de futebol bastante conhecido no balneário que faleceu neste domingo (15).

Cerca de 1.500 pessoas se reuniram na Igreja Metodista da Praça dos Ossos, onde foram prestadas diversas homenagens, e acompanharam o cortejo e sepultamento de Pantera, realizado às 13h no cemitério municipal. 

Há aproximadamente cinco anos, Sérgio Pantera lutava contra a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doença neurológica degenerativa que acabou vitimando o ex-atleta.

Filho da terra, de família tradicional de pescadores, Pantera foi um ícone do esporte em Búzios: foi jogador da base do Vasco da Gama e América, atuando profissionalmente pela Cabofriense e Saquarema, entre outros clubes. Após a aposentadoria dos gramados passou a atuar na formação esportiva de crianças e jovens buzianos.

A Prefeitura de Búzios decretou luto oficial de três dias em virtude do falecimento de Sérgio Pantera, que nos últimos anos, mobilizou famíliares e amigos na luta para arcar o tratamento da rara doença, e que sempre manteve a alegria e bom humor apesar da fragilidade física.