Serra Macaense se destaca por jovens talentos e gestão profissional

  
Ao término da Taça Santos Dumont, primeiro turno da Série B1 do Campeonato Carioca, o Serra Macaense teve um desempenho elogiado dentro e fora de campo. Isso vem demonstrando que o planejamento ao projeto desenvolvido pela gestão do clube está no caminho certo. Mesmo não conseguindo vaga nas semifinais, o quarto lugar em sua chave e a quinta colocação na classificação geral, deixaram o sentimento e a convicção que o clube segue forte na busca de uma das vagas à elite do futebol carioca.

Com média de 20 anos de idade, o Serra destaca-se por sua juventude e alto nível técnico de seus jogadores, tendo o elenco mais jovem disputado uma competição. Na sua grande maioria são atletas forjados e formados em grandes clubes do futebol brasileiro, entre eles, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Botafogo e Flamengo.

Alguns jogadores estão se destacando e chamando a atenção de outros clubes. Nesta lista estão o goleiro Otávio, de 20 anos, o zagueiro Ronaldo, de 19 anos, o volante e capitão do time Vico, de 20 anos, o atacante Gabriel, de 20 anos, e o artilheiro da competição Rhainer, de 19 anos.

Para o Gestor e Diretor Executivo do Clube, Marcelo Soares, o Serra Macaense fará um segundo turno – Taça Corcovado – focado na busca do melhor e mais alto desempenho, tanto dentro quanto fora de campo. “Não pouparemos esforços na conquista de nossos objetivos. Precisamos evoluir sim, e sabemos que temos esta condição, pois somos sabedores que teremos muitos desafios. Vamos enfrentar ótimas e experientes equipes, mas seguiremos comprometidos em alcançar o melhor rendimento possível. Acreditamos muito em nosso elenco e em nossa equipe técnica. Constituímos um ótimo staff de trabalho comandado pelo professor Luis Felipe. O nosso ambiente de trabalho é o melhor possível e estamos investindo em nossas estruturas internas, na qualificação e capacitação de nossos profissionais, investindo em ferramentas de análise de desempenho, na construção do nosso Centro de Treinamento”, disse Marcelo Soares, que completou:

“Respeitando as características e especificidades de cada profissional, construímos a nossa metodologia de trabalho, pagamos todos os nossos profissionais e atletas em dia, sem atrasos, criamos um departamento específico para o cuidado da carreira, gestão e negociação de atletas, investimos em nosso departamento social. Posso afirmar que 2018 tem sido um ano de muitas conquistas. Em um futuro muito próximo, vamos chegar à elite do futebol carioca”, finalizou.

Comentários