Campos diz não ter sido notificado sobre interdição do Ângelo de Carvalho

Resultado de imagem para angelo de carvalho estadio
Segue repercutindo a interdição do Estádio Ângelo de Carvalho, do Campos, para os jogos da Série B1 do Carioca e da Copa Rio. Um dia depois da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) decidir não liberar mais jogos destas competições no local (e também no Marrentão, em Duque de Caxias), a diretoria do Campos Atlético, dono do estádio, se manifestou sobre o caso e afirmou que não recebeu nenhuma notificação da entidade sobre a medida.

Em nota oficial, postada na noite desta quinta-feira (9) nas redes sociais do clube, a diretoria do Roxinho salientou que ficou sabendo da interdição através da imprensa e não por meio da própria FFERJ. Afirmou ainda que foi pega de surpresa com a decisão e que procurará diretamente a Federação para que sejam prestados esclarecimentos. A interdição foi decidida após relatos, por parte de clubes visitantes e equipes de arbitragem, sobre má condição do gramado e conservação inadequada dos vestiários.


A medida, no entanto, não afetará o Campos no curto prazo. Para a Série B2, competição na qual o time segue participando, a interdição não vale e o Roxinho poderá seguir atuando em sua casa normalmente. Para a Copa Rio, porém, uma passagem às quartas de final faria com que um dos jogos fosse realizado em outro local. Caso se classifique diante do Angra, o Campos enfrentará Itaboraí ou Goytacaz como mandante no dia 29 deste mês.

Confira abaixo a íntegra da nota oficial do Campos:
image

Comentários