Carapebus, já rebaixado, quer encerrar Segundona 2018 com vitória contra o America


O Carapebus até conseguiu iniciar a Série B1 pontuando, com vitória fora de casa e empate contra o favorito Audax, em casa. Mas a punição pela escalação de atleta irregular, fez com que a equipe perdesse pontos e todo o trabalho inicial fosse por água abaixo.

De acordo com Ronaldo Junior, treinador que assumiu já com a Taça Corcovado em andamento, o mau começo de competição e falta de alguns atletas fez com que o Carapebus sentisse dentro de campo e não tenha conseguido uma sequência.

- Nós não tivemos um início de campeonato bom e isso acabou refletindo no final do campeonato. Os erros aconteceram no início, onde alguns jogadores chegaram depois e não pegaram o início da nossa preparação.

Com grande recuperação no segundo turno, com que fez a equipe sonhar com a permanência na Série B1, Ronaldo Junior comentou sobre o que pediu aos atletas para tentar salvar a equipe.

- As mudanças foram trabalhar bastante a parte tática, técnica e principalmente a parte psicológica deles, além da mudança de alguns jogadores que não estavam tendo uma oportunidade e que conseguiram assimilar melhor o trabalho, além de colocar na cabeça deles que eles poderiam fazer história ao tirar o Carapebus dessa situação.

O Carapebus ainda precisa fazer a última partida da Taça Corcovado. Ronaldo afirmou que tenta mostrar aos atletas que esse duelo contra o America pode ser uma boa vitrine para eles.

- Mostrando a eles que temos que terminar o campeonato de forma honrosa, além de aproveitar o jogo contra o América que pode ser uma visibilidade pra eles.

Sob o comando de Ronaldo Junior, o Carapebus encerra sua participação na Série B1 do Campeonato Carioca sábado (01), às 15h, contra o America, no Ferreirão.

AA CARAPEBUS X AMÉRICA F.C (RJ) ANTÔNIO F. MEDEIROS 01/09/2018 15:00:00
Árbitro: ELTON AZEVEDO
Árbitro Assistente N°1: GILBERTO STINA PEREIRA
Árbitro Assistente N°2: DIOGO JOSÉ DOS SANTOS ARAÚJO
4° Árbitro:* MARCUS VINICIUS FERNANDES ARAÚJO
Assessor: JORGE LUIS ROQUE

Comentários