Cardoso Moreira recebe o CAAC Brasil pela Quartona do Rio, nesta quarta-feira


Em 30 de abril de 2011, o Cardoso Moreira fechava, sem saber, uma página importante de sua história. O clube, que tinha subido para a elite do Campeonato Carioca apenas três anos antes, disputava aquela que seria sua última partida profissional no futebol em um espaço de sete longos anos. A derrota em casa para o Sampaio Corrêa, por 5 a 1, pela útima rodada da primeira fase da Segundona, foi a última vez que o time atuou oficialmente. Pois a espera dos fanáticos torcedores da pequena cidade do Noroeste Fluminense vai acabar nesta quarta-feira (8), quando o time encara o CAAC Brasil, pela Série C do Estadual.

O Cardoso Moreira ficou fora do futebol profissional depois de um período de longa licença. Naquele ano de 2011, o clube se recusou a jogar o Grupo X, que definia três rebaixados à Terceirona, porque alegava que Mesquita e Itaperuna deveriam ter sido rebaixados automaticamente por terem sido suspensos em três jogos da primeira fase, além de Miguel Couto, Floresta e Guanabara já terem caído, antes do campeonato, por terem desistido. Apesar de ações no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), o caso não foi à frente, o Cardoso caiu e desistiu do Campeonato Estadual.

Foi preciso lutar bastante para reconquistar apoio e voltar ao Estadual. Dedicando-se aos torneios amadores e locais, nos últimos anos, o Cardoso Moreira ensaiou um retorno para a Quartona do ano passado, mas ficou apenas na vontade. Desta vez, mais organizado e estruturado, o time conseguiu seu lugar na competição, apesar de não ter conseguido inscrever jogadores para a primeira rodada e já ter perdido por WO para o Campo Grande. A estreia em casa, no seu estádio, o Antônio Ferreira de Medeiros, pode ser a chance de apagar a imagem negativa que ficou.

Com um time cheio de veteranos, como Laerte, Jessé e Romário, o Cardoso encara o CAAC às 17h desta quarta. Os ingressos para o jogo estarão à venda ainda nesta quarta, a R$ 10 a inteira.

Destaque: ROMÁRIO - Atacante de 26 anos que busca recomeçar na carreira, após defender camisas importantes como as de Vasco e América (MG). Esteve em 2017 no Americano, participando das campanhas na Segundona Estadual e Copa Rio, atuando em bom nível. Se estiver em forma positiva, tem tudo para ser um dos principais nomes da Série C.

Fique de olho: JESSÉ - Meia com experiência robusta no futebol do Rio de Janeiro, tendo atuado por Paduano, Sampaio Corrêa, Campos e Itaboraí. Aos 27 anos, tenta reviver seus melhores momentos, quando se destacou nas divisões intermediárias do Estado. Habilidoso e de boa visão de jogo, pode formar uma dupla infernal com Romário.

Revelação: DANILO PITBULL - Jovem natural da cidade de Cardoso Moreira e que possui grande confiança da comissão técnica e diretoria. Faz parte do projeto do clube em valorizar os talentos locais. Mesmo sendo um dos mais novos do plantel, deve contar com bom espaço na equipe principal durante a Série C.

O técnico: NENÉM - Ex-jogador do próprio Cardoso Moreira, clube pelo qual disputou a elite do Campeonato Carioca em 2008. Também vestiu as camisas de Botafogo e Palmeiras (SP). Neném dá os primeiros passos como treinador aos 43 anos de idade: chegou na reta final de preparação com a missão de dar mais peso à beira do campo e servir como referência aos atletas.

Time-base: Gabriel; Macuco, Laerte, Gerson e Macaé; Danilo Pitbull, Ronalty, Jessé e Dieguinho; Jefinho e Romário.


CAAC BRASIL
O Centro Administrativo Apologético Cristão do Brasil (daí a sigla CAAC) é um dos estreantes nesta edição da Série C. Com o slogan "Cristo é a única esperança", surgiu em 2009 como um projeto esportivo relacionado à instituições religiosas do Rio de Janeiro. Desde então, vem participando das competições amadoras da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FFERJ). Em 2017, obteve a profissionalização e passou a se estruturar para a Quartona. Vive o desafio de surpreender logo no ano de estreia.

Destaque: JUNIOR - Centroavante de apenas 17 anos, que tem no seu forte o trabalho de pivô. É o chamado "brigador". Mesmo sendo muito jovem, tem boa estatura e porte físico e encara os zagueiros com personalidade, realizando função importante para aproximação dos meias.

Fique de olho: JEFERSON - Mais um jogador de apenas 17 anos, mas que atuará numa competição profissional respaldado por muita confiança da comissão técnica. O goleiro é tido como completo: tem 1,86m de altura, domina os fundamentos da posição e joga bem com os pés. Funciona como uma espécie de líbero entre os defensores.

Revelação: WEVERTON - Aos 18 anos, é uma das apostas para ser a revelação da Quartona, já que vem da transição entre futsal e campo. É um meia-atacante de drible curto e arremate certeiro. O talento acima da média faz do jogador uma das joias a serem lapidadas para um futuro em grandes centros.

O técnico: ILMAR DE ALMEIDA - Ex-jogador e treinador por formação, tem 49 anos. Se juntou ao CAAC em 2014. É um dos responsáveis pela escalada do clube, participando com sucesso do Campeonato Amador da Capital. Aposta em forte trabalho na parte mental para fazer um elenco jovem deslanchar no primeiro desafio profissional, em meio a adversários de tradição.

Time-base: Jeferson; Willon, Michael, Rodrigo e Joni; Edimarcio, Denner, João Pedro e Weverton; Lucas Santos e Junior.

CARDOSO MOREIRA F.C X CAAC BRASIL FC ANTÔNIO F. MEDEIROS 08/08/2018 17:00:00
Árbitro: LUCIANO PEIXOTO SANTOS
Árbitro Assistente N°1: ANDRÉ LUIS DA SILVA SEGUNDO
Árbitro Assistente N°2: ADOLFO ROBERTO DA SILVA
4° Árbitro:* ARTHUR GOMES RABELO

Assessor: JORGE LUIZ MELLO DA SILVA