Casimiro e Campos irão se enfrentar no Estádio Waldo Carneiro Xavier


A falta de laudos técnicos no Estádio Ubirajara de Almeida Reis, em Casimiro de Abreu, irá obrigar o CAEC e o Campos a pegarem a estrada no próximo domingo (12). Em vez de atuarem na "terra do poeta", as duas equipes terão que se deslocar até o Noroeste do Estado: isto porque a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) indicou Santo Antônio de Pádua como sede para a partida, uma vez que o estádio local pode receber público.

Casimiro e Campos irão se enfrentar no Estádio Waldo Carneiro Xavier, que voltou a receber público no último fim de semana. Como os jogos da Série B2 do Campeonato Carioca não podem ser realizados em estádios com portões fechados, o recurso encontrado para possibilitar a realização do jogo foi movê-lo para Pádua. O problema para os dois clubes será o deslocamento acima do esperado, devido ao campo neutro.

Para o Casimiro, teoricamente o mandante, a distância é maior. Serão cerca de 230 km até a chegada a Pádua, em um trajeto que pode levar mais de quatro horas para ser completado. Já o Roxinho terá o caminho mais curto, com 130 km de viagem, a serem feitos em pouco mais de duas horas. A partida acontece às 15h.

CAMPOS
Segue repercutindo a interdição do Estádio Ângelo de Carvalho, do Campos, para os jogos da Série B1 do Carioca e da Copa Rio. Um dia depois da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) decidir não liberar mais jogos destas competições no local (e também no Marrentão, em Duque de Caxias), a diretoria do Campos Atlético, dono do estádio, se manifestou sobre o caso e afirmou que não recebeu nenhuma notificação da entidade sobre a medida.

Em nota oficial, postada na noite de quinta-feira (9) nas redes sociais do clube, a diretoria do Roxinho salientou que ficou sabendo da interdição através da imprensa e não por meio da própria FFERJ. Afirmou ainda que foi pega de surpresa com a decisão e que procurará diretamente a Federação para que sejam prestados esclarecimentos. A interdição foi decidida após relatos, por parte de clubes visitantes e equipes de arbitragem, sobre má condição do gramado e conservação inadequada dos vestiários.

A medida, no entanto, não afetará o Campos no curto prazo. Para a Série B2, competição na qual o time segue participando, a interdição não vale e o Roxinho poderá seguir atuando em sua casa normalmente. Para a Copa Rio, porém, uma passagem às quartas de final faria com que um dos jogos fosse realizado em outro local. Caso se classifique diante do Angra, o Campos enfrentará Itaboraí ou Goytacaz como mandante no dia 29 deste mês.

CASIMIRO DE ABREU E.C X CAMPOS A.A WALDO C. XAVIER 12/08/2018 15:00:00
Árbitro: LUCIANO PEIXOTO SANTOS
Árbitro Assistente N°1: IVAN SILVA ARAUJO
Árbitro Assistente N°2: DIEGO MACHADO DA SILVA ROCHA
4° Árbitro:* PEDRO HENRIQUE DE PAULA FRANÇA
Assessor: RAIMUNDO LUIZ RODRIGUES

Comentários