Descansado, Atlético-MG visita o Botafogo no Nilton Santos

O Botafogo recebe o Atlético-MG neste domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O Glorioso aparece na parte intermediária da tabela de classificação com 22 pontos, porém, ganhou novo ânimo com a grande atuação na vitória de 2 a 0 sobre o Nacional do Paraguai no meio de semana, que rendeu a vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O Galo, por sua vez, folgou no meio de semana saboreando a vitória de 3 a 1 sobre o Santos pela jornada passada do Brasileirão. Com 30 pontos, o time mineiro está na quinta colocação e defende a permanência no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores.

Botafogo busca recuperação com Zé Ricardo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Zé Ricardo, comandante do Botafogo, trabalhou com os jogadores a necessidade de progredir em relação ao jogo contra o Nacional. Sem muito tempo para trabalhar, ele vem corrigindo os erros na base da conversa.

“Vamos precisar progredir na questão do espaço dado ao adversário, pois contra o Atlético Mineiro isso pode ter um preço muito alto. Além disso, é preciso ter tranquilidade na hora da finalização, pois poderíamos ter tido um resultado mais dilatado na quinta-feira”, disse o treinador.

Thiago Larghi, técnico do Galo, entende que o time mineiro também vai precisar ser muito eficiente no Rio de Janeiro. “O jogo contra o Botafogo se desenha muito complicado, pois o adversário vem crescendo. Mas entendo que podemos buscar a vitória se formos eficientes, progredindo a cada jogo em busca de um objetivo”, declarou.

Na visão dos botafoguenses, um bom resultado neste domingo também passa pelo poder de concentração da equipe. “O Botafogo está se preparando para uma partida muito complicada, pois o Atlético Mineiro não faz uma campanha boa à toa e tem muito trabalho ali. Mas o Botafogo precisa somar pontos e o nosso sucesso neste duelo vai passar necessariamente pela nossa capacidade de manter a concentração os noventa minutos, não dando ao rival a chance de construir a vitória”, disse o zagueiro Igor Rabello.

Em termos de escalação Zé Ricardo, conforme pretendia, não vai poder manter a base que derrotou o Nacional. Ele não vai contar com o lateral-direito Marcinho, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e com o volante Matheus Fernandes, que também cumpre suspensão, mas por ter sido expulso no empate por 1 a 1 com o Paraná. A tendência é que o lateral-direito Luís Ricardo ganhe a vaga de Marcinho e o volante Jean assumirá o posto de Matheus Fernandes.

O Botafogo segue sem o goleiro paraguaio Gatito Fernández, se recuperando de uma lesão no punho direito. Saulo permanece no posto. Com lesão no músculo posterior da coxa direita, o atacante Kieza sequer será relacionado, com o uruguaio Rodrigo Aguirre provavelmente sendo mantido.


O Atlético-MG, de Thiago Larghi, faz boa campanha no Brasileiro (Foto: Bruno Cantini/Atlético)
No Galo, Thiago Larghi também vem tentado escalar a mesma equipe para dar sequência de jogo a seus atletas, mas os problemas aparecem e ele precisa fazer mudanças. Para o duelo contra o Glorioso, os titulares serão diferentes do triunfo diante do Santos. O volante Elias levou o terceiro cartão amarelo e não poderá entrar em campo. Para a vaga, Matheus Galdezani, titular até o jogo anterior ao Santos, retorna.

No meio campo, a armação de jogadas também sofrerá mudanças. O segundo tempo de Cazares contra o Peixe foi bastante agradável e ele ficará na equipe. O argentino Tomás Andrade volta ao banco de reservas em busca de novas oportunidades. Nathan segue no meio e o time ainda terá Chará e Ricardo Oliveira na frente. A principal novidade ficou na lateral esquerda. Após 21 dias, recuperado de uma contusão no tornozelo esquerdo, Fábio Santos voltou aos trabalhos e aparecerá entre os titulares. Com isso, o jovem Hulk aguarda por novas oportunidades entre os reservas.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X ATLÉTICO-MG
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de agosto de 2018 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean, Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando, Renatinho e Leonardo Valencia; Rodrigo Aguirre
Técnico: Zé Ricardo
ATLÉTICO: Victor, Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana, Fábio Santos; José Welison, Matheus Galdezani, Juan Cazares e Nathan; Yimmi Chará e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi