Encerradas neste domingo as VII Olimpíadas Especiais das Apaes

O Centro Escola dos Esportes (Cede) do Alphaville foi marcado neste domingo (19) pelo encerramento das VII Olimpíadas da Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (FeApaes-RJ). O fechamento do evento contou com partidas de futsal, com as definições dos três primeiros colocados. Foram três dias de competição, com atividades realizadas na Cede, na Fundação Municipal de Esportes (FME) e na Casa do Vôlei, em modalidades esportivas variadas. 

Em sua sétima edição e desenvolvida pela primeira vez em Campos, a competição é classificatória para os jogos nacionais, que acontecerão em Canoas (RS), no mês de novembro. Mais de 500 atletas foram selecionados em torneios regionais das Apaes e estiveram em Campos concorrendo a vagas na Seleção Estadual, para representação no Campeonato Brasileiro deste ano, que tem expectativa de receber em torno de 3500 participantes de todo país.
- É uma honra poder trazer ao município pela primeira vez na história, essa olimpíada de tamanha magnitude. São 64 municípios com 35 mil crianças atendidas pelas Apaes, em um trabalho reconhecido por instituições como Unesco e Unicef. Vale ressaltar que isso não estaria acontecendo se não fosse a vontade e o incentivo do prefeito Rafael Diniz, que já trazia esse objetivo desde o plano de governo. Quando nos propomos a fazer o bem, o resultado aparece. Estamos finalizando o evento com uma felicidade enorme, para pessoas que na realidade muito mais nos ensinam, do que nós a eles - destacou o presidente da FME, Raphael Thuin, reforçando o trabalho feito na cidade com o Paraesporte, classificando como uma proposta inovadora, entre os maiores projetos públicos esportivos voltados a pessoas com deficiência no Brasil.
Foram premiadas neste domingo, os primeiros, além de segundos e terceiros colocados em 10 distintas modalidades como bocha, futsal, basquete, handebol, natação, atletismo, ginástica rítmica, tênis de mesa, capoeira e Fut 7.

O título ficou com o time Noroeste (Itaperuna e São José de Ubá), por maior pontuação, após duas vitórias e um empate. “Eles se envolvem com a competição, se sentem privilegiados pela representação, se emocionam com as conquistas, fazem amizades, avançam em comportamento, e alcançam durante esses dias, uma satisfação enorme. É uma iniciativa que através do esporte, propõe a inclusão social a deficientes intelectuais, indivíduos tão especiais para nós”, disse a educadora física Giselle Moraes, representante da equipe campeã no futsal, e consagrada ainda em outras disputas, como atletismo e natação.
Pela região, o destaque foi a equipe Norte no Futebol de 7, composta entre Campos e São João da Barra, vencedora da categoria. A organização foi promovida por Fábio Coboski, coordenador de educação física da FeApaes-RJ, e coordenador também do projeto Paraesporte.

- Sentimento de realização por essa alegria e interação que efetivamente vimos acontecer em todo esses dias de VII Olimpíadas FeApaes-RJ. Muito se prega por direitos iguais, porém pouco se vê em ações a favor disso. Prefeito Rafael Diniz e presidente da FME, Raphael Thuin, são militantes e brigam fortemente para que essa inclusão seja ofertada de fato em Campos. Dessa disposição e boa vontade vêm a luz para desempenhar o trabalho com essa galera. E para esse pessoal, ter a oportunidade de vivência com colegas de outros municípios e diferentes culturas, é de extrema importância para evolução e crescimento – declarou Coboski.
Um dos destaques individuais foi Gabriele Terra, 16 anos, com seis medalhas – três na natação, duas no atletismo e uma no Fut 7. “Está sendo muito importante para ela, pela chance de interagir com outros jovens especiais, e pela evidência que é dada a eles, mostrar o quanto são capazes e podem se superar. O esporte faz bem para todos nós, e sempre trabalhamos ao máximo na Gabriele. Quanto mais estimulado for a criança e jovem com síndrome de down, maior nível de potencial ele pode atingir. E iniciativas como esta são fundamentais para isso – contou Roberto Terra, pai da Gabriele.

Como incentivo, além dos melhores colocados, todos os participantes receberam medalhas e premiações pela participação nas competições.

Comentários