Parabéns Goytão! Goytacaz completa 106 anos nesta segunda-feira

O Goytacaz Futebol Clube chega a uma importante marca nesta segunda-feira (20/08): a de 106 anos de existência. Uma missa em ação de graças pelos 106 anos do clube na catedral foi realizada às 12 horas. No ano passado, no entanto, veio o presente que o clube mais queria: o acesso à primeira divisão. Porém, a chama da torcida segue acesa e a cada dia novos adeptos surgem e com um grande clube, novas expectativas e sonhos surgem, como voltar a ser destaque nacional em competições. 

Como forma de homenagem, o GF ESPORTE divulga toda a história do Alvianil da Rua do Gás. Confira o texto abaixo, na íntegra: 

Dia 20 de agosto de 1912. Era criado a partir de um desentendimento de um grupo de remadores do clube Natação de Regatas Campista, o Goytacaz F.C. Os fundadores tiveram negado um pedido de barco para passear no Rio Paraíba do Sul e resolveram então mudar de esporte. Nem imaginavam que a partir daquele momento, nascia o clube mais popular e querido da cidade. 
Resultado de imagem para Goytacaz Futebol Clube história
O nome do clube foi uma homenagem aos primeiros habitantes da cidade de Campos: os Índios Goytacazes, que segundo o historiador Eduardo Bueno, eram os mais ferozes índios do atual território conhecido como Brasil, além de exímios nadadores, o que lhes dava uma vantagem extra nas batalhas. 

A primeira diretoria do Goytacaz foi formada assim: Luiz Carlos Cabral (presidente), Roberto Melo (vice-presidente), Otto Nogueira (1º tesoureiro), Jaime Rego (2º tesoureiro), Rudah Martins (1º secretário), Álvaro Nogueira (2º secretário), João Cunha (fiscal) e Manoel Patrão (procurador) e também ficou decidido, ainda, que a casa de Otto Nogueira, situada à Rua 21 de abril, nº. 14, no centro da cidade, ficaria sendo provisoriamente a sede do novo clube. 
Resultado de imagem para Goytacaz Futebol Clube história
A primeira partida foi em 25 de agosto de 1912 contra o Internacional e a equipe alvi-anil venceu por 2 a 1, com o time tendo formado com: Claudinier, Mário Manhães e Catete, Álvaro Nogueira, Estevam Almeida, e Adelino, Laranjeira, Linconl, Jorge Gomes, Didu e Otto Nogueira. 

O primeiro campo do Goytacaz foi defronte à igreja de Santo Antônio, em Guarús e, por isso, o santo é considerado o padroeiro do time. Mais tarde o campo passou para a Praça da República, onde a Prefeitura Municipal cedeu um terreno, mas ali não ficaria por muito tempo, pois logo se mudaria para perto do Liceu de Humanidades, no antigo campo do Luso-Brasileiro, no mesmo terreno onde, mais tarde, seria construído o palacete de Finazinha de Queirós, transformado após a sua morte na Casa de Cultura Villa Maria. 
Resultado de imagem para Goytacaz Futebol Clube história
O clube, porém, mudaria novamente e, dessa vez, se estabeleceria em frente à linha férrea campista, no início da Rua do Gás, na Lapa. Foi nesse campo que o Goytacaz tornou-se, definitivamente, um dos maiores times da cidade, chegando a ter ali mesmo o primeiro campo com iluminação elétrica do interior do Estado, em 5 de junho de 1930, o que causou muita polêmica, já que a cidade vivia sérios problemas de abastecimento de energia. 

O Goytacaz foi o primeiro time de Campos e o terceiro do antigo Estado do Rio a jogar no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Isso aconteceu em novembro de 1963, contra a equipe carioca do Madureira e a partida terminou empatada em 2 a 2. Antes dele, jogaram, no Maracanã, o Canto do Rio, que disputava especialmente o Campeonato Carioca desde 1941 e estreou no Maracanã já em 1950 e o Fonseca, que disputava o Campeonato Fluminense mas enfrentou o America no estádio pela Taça Brasil de 1961. 
Resultado de imagem para Goytacaz Futebol Clube história
O Goytacaz foi o primeiro clube campista a ter um jogador na seleção brasileira: Amaro da Silveira, titular absoluto no Campeonato Sul-Americano de Futebol de 1923, tendo o Goytacaz também revelado Amarildo, "O Possesso", goleador da Seleção Brasileira e destaque da Copa do Mundo de 1962, sendo este filho de Amaro. 

O Alvianil foi o primeiro campeão da cidade de Campos dos Goytacazes, isto em 1914. O clube conquistou vinte campeonatos campistas, sendo o de 1955 de forma invicta, além de ter sido o primeiro tetracampeão (1940/1941/1942/1943), levantou duas taças Cidade de Campos e cinco campeonatos estaduais (antigo Campeonato Fluminense, em 1955/1963/1966/967/1978). Em campeonatos brasileiros, a melhor performance do Goytacaz na primeira divisão foi em 1978, quando conquistou o 30° lugar, entre 74 participantes. Em 1985, foi vice-campeão da Taça de Prata, equivalente ao atual Campeonato Brasileiro Série B. 
Resultado de imagem para Goytacaz Futebol Clube história
Os presidentes do Goytacaz foram: Luís Cabral, Vicente do Amparo Ferraiuolli, Osvaldo Cunha, Luís Sérgio Silva, Francisco Carvalhal, Augusto Faria, Salim Nagem, Ary de Oliveira e Souza, Dr. Jacintho Simões, Martinho Santafé, Domingos Guimarães, Abelardo Brito, Antônio Ribeiro Alvarenga Filho, Gumercindo Freitas, Sebastião Lírio, José Gabriel, Nilson Cardoso de Souza, Salvador Araújo Nunes, Edson Alvarenga, Antônio José Coutinho, Jacynto Simões, Ramiro Alves Pessanha Filho, Rubens Vieira Rios, Roberto Krunfly, Rafael Martins, Edecyr de Oliveira, Jorge Fernandes de Souza, Amaro Escovedo, Amaro Gimenes, Arizo Azevedo, Manoel Santana, Antônio Eraldo Lopes Riscado,Armando Zanata, Silvio Pinheiro, Dartagnan Fernandes , Valtair de Almeida, Zander Pereira, José Luiz Dutra, Jomar Garcia Paes, Robson Neto Barreto e atualmente Dartagnan Fernandes.
Resultado de imagem para goytacaz campeão
Em 2017 a tão sonhada volta a 1ª Divisão do Campeonato Carioca acontece.

O Goytacaz se sagra campeão da Taça Santos Dumont, primeiro turno da Série B1 aós derrotar o Audax Rio nos pênaltis, e assim assegura sua vaga na semi final do campeonato.

Na Taça Corcovado, segundo turno da campeonato, a equipe se classifica para a semi-final mas é derrotada pelo Itaboraí.

Na grande semi-final do campeonato, um encontro com o maior rival, Americano. O alvinegro jogava pelo empate para passar a final do Carioca da Série B1 e também para Elite do Carioca. O jogo seguia empatado até os 44 de segundo tempo, quando o Goytacaz consegue o seu gol com o atacante Lukinha que veio do banco de reserva e fez o gol que lhe valeu a vitória e o acesso ao Campeonato Carioca de Futebol após 25 anos fora da elite estadual.

Na Final o Goytacaz enfrentou a equipe do America jogando o primeiro jogo da final no Estádio Giulite Coutinho em Mesquita ,e o Goytacaz saiu vencedor do primeiro jogo com o gol do seu Atacante Luan Costa.
Resultado de imagem para goytacaz campeão
O 2° jogo da final foi realizado no Estádio Ary de Oliveira e Souza contando com a presença maciça da sua torcida, aonde teve mais de 5000 torcedores presentes empurrando o Goytacaz. A equipe do Goytacaz sagrou-se Campeão ao empatar de 1 a 1 com o America na segunda partida da final, com Anderson Kunzel marcando para o America aos 19 primeiro tempo e Gabriel Galhardo fez para o Goytacaz aos 14 do segundo tempo o gol de empate que deu o título após rebote do goleiro Thadeu do America em uma belíssima cobrança de falta do meia Leandro Cruz e Galhardo se redimindo da perca do pênalti no primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA

GOYTACAZ 1 X 1 AMERICA Local: Ary de Oliveira e Souza, Campos dos Goytacazes (RJ) Data-Hora: 30/9/2017 - 15h Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ) Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço (RJ) Público: 4.852 pagantes / 5.352 presentes

GOYTACAZ: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Edson (Lucas Tavares - 40'/2ºT) e Almir; Jefinho, João Vitor, Galhardo e Leandro Cruz (Lukinha - 30'/2T); Luan e Rodriguinho (Mário - 47'/2T) - Téc. Paulo Henrique

AMÉRICA : Thadeu; Belarmino, Pessanha, Douglas e Marlon; Anderson Kunzel (Philip - 18'/2T), Robinho, Alan (Welber - 33'/2T) e Leo Rocha; Tiago e Allan Barreto (Gleisson - 38'/2T) - Téc. Lucho Nizzo

Cartões amarelos: Léo Rocha e Anderson Kunzel (AME); Edson e Paulo Henrique e Luan (GOY) Cartões vermelhos: Luan (GOY) Gols: Anderson Kunzel (19'/1ºT), Gabriel Galhardo (14'/2ºT)

Hino
"Sou Goytacaz, 
Sou Goytacaz até morrer, 
Nosso lema é vencer, vencer,
Na vitória, na derrota,
Na alegria no amargor,
Sou Goytacaz sim senhor,
Sou Goytacaz por amor.
Nossa camisa, Alvianil,
Tem suas cores destacadas na bandeira do Brasil,
Minha Campos te amo demais,
Por isso sou torcedor do Goytacaz,
E no gramado,
Ninguém faz o que ele faz"

PARABÉNS GOYTACAZ!!!