Prefeito Rafael Diniz na abertura da VII Olimpíadas Especiais das APAEs

Foi aberta oficialmente na noite desta sexta-feira (17), a Olimpíadas Especiais das APAEs (Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais) que acontecem em Campos pela primeira vez. Este ano, o evento chega à sétima edição. O prefeito Rafael Diniz abriu o evento que aconteceu no ginásio do Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora (Censa) e contou com o desfile de cerca de 500 atletas representando 30 delegações de várias regiões do estado do Rio de Janeiro. 

Rafael Diniz ressaltou que, depois do grande trabalho inovador, que é o Paraesporte, e incluir os atletas da Fundação Municipal de Esportes (FME) para representar o Brasil no ano que vem nas Olimpíadas, em Abu Dabi; Campos tem a honra de sediar as Olimpíadas Especiais. 
—Estamos recebendo mais de 60 Apaes, paratletas de todos os municípios do estado, para juntos, realizarmos estas olimpíadas e mostrarmos para o Brasil e para o mundo que é possível realizar paraesporte com amor, carinho e atenção transformando a vida destas pessoas— disse Diniz, ao lado da vice-prefeita Conceição SantAnna. 

A solenidade teve acendimento da tocha olímpica, apresentação de capoeira e dança. As competições começaram na manhã desta sexta, na pista de atletismo em Guarus, nas modalidades caminhada de 25 e 50 metros e corrida de 50 metros adaptada (categoria feminina e masculina), 1500 metros rasos, arremesso de peso para síndrome de down, além de partidas de futebol de sete. A VII Olimpíadas Especiais das Apaes seguem neste sábado (18) e domingo (19) com competições na sede da Fundação Municipal de Esportes (FME) e no Centro Escola dos Esportes (CEDE) do Alphaville, com natação, futsal, basquete, handebol, entre outras modalidades. 
— Estamos muito felizes em receber essas crianças maravilhosas, que vieram de 64 municípios diferentes. Hoje, a Apae atende 35 mil crianças e, deste total, 500 foram selecionadas para competir o estadual e 100 vão competir, representando o estado do Rio de Janeiro. Todos temos a ganhar com essas crianças, que são super especiais e nos ensinam, no nosso dia a dia, a vencer dificuldades. Parabéns aos pais, à federação e ao município de Campos — destacou o presidente da Fundação Municipal de Esportes, Raphael Thuin.

Mais de 30 APAES do interior do Estado participam da competição como os municípios de: Niterói, Rio de Janeiro, Nova Friburgo, São João da Barra, Campos, Rio das Ostras, São Francisco do Itabapoana, Barra Mansa, Pinheiral, Itaperuna e Campos, além dos atletas do Projeto Paraesporte, da Fundação Municipal de Esportes e ainda da Apoe. 
De acordo com o presidente da Federação Estadual das Apaes (FEAPAES-RJ), Hélio Torres da Silva, se a Prefeitura de Campos não apoiasse esta Olimpíada, ela jamais poderia ser realizada. “O apoio do poder público é fundamental para que as Apaes se mantenham e, principalmente, cheguemos a eventos como este realizado aqui em Campos que são de extrema importância para estas crianças, adolescentes e adultos. O presidente da Fundação de Esportes também é incansável no que se refere ao apoio. O nosso muito obrigado”.   

Regina Silveira veio de Barra Mansa, no Sul Fluminense, com o filho Wladmir. O jovem vai disputar nas modalidades de futsal e arremesso de peso. Ela afirma que a inclusão é de suma importância para pessoas especiais como o filho. “Eventos como este são essenciais para a socialização deles. Eles reencontram e fazem vários amigos, além de ser a oportunidade de mostrarem  a superação”, finalizou.