São José encerrará a 2ª rodada da Quartona nesta segunda, diante do Brasileirinho


É mais um dos clubes que volta, após longa inatividade, ao futebol do Rio: cinco anos. Nesta temporada, o clube do Noroeste Fluminense vem de uma preparação extensa, apostando em um elenco de jogadores como sempre jovens, mas alguns deles com bom potencial e até alguma experiência na própria Quartona. Sobretudo entre a comissão técnica, há uma confiança de que o plantel possa representar bem a região e fazer um papel relevante na competição.

Destaque: ROMARINHO - Na temporada passada, foi um dos principais destaques do Paduano, que fez campanha sólida na Quartona, mas não conseguiu o acesso. Agora no São José, ele é uma das principais esperanças do time. Dono de um jogo ágil, é franzino e consegue criar boas jogadas para escapar das defesas rivais e, por vezes, marcar ele mesmo os gols.

Fique de olho: JOÃO PEDRO - Lateral-esquerdo que já mostrou qualidade na temporada passada, quando jogou pelo Paraíba do Sul. Já com passagem pelo futebol português, é um jogador com bom senso de posicionamento e domínio da posição, atuando como um digno marcador e uma ótima opção em lances ofensivos e de troca de passes no setor de ataque.

Revelação: SÁVIO - Apenas 17 anos e um futuro inteiro pela frente. Assim é o garoto que joga como atacante e já ganha oportunidades no time titular. Embora ainda precise de amadurecimento, já é dono de boa qualidade com a bola dominada e pode ser uma importante válvula de escape para seus companheiros de setor ofensivo.

O técnico: JORGE BUG - Acostumado a acompanhar o futebol do interior mineiro, viveu seu "batismo de fogo" em termos de Rio de Janeiro no ano passado, pelo Paraíba do Sul. E parece ter tirado lições positivas da experiência. Desta vez, comanda seu grupo já ciente das dificuldades que existem dentro e fora de campo na Quartona. Como um dos poucos treinadores que ficou no cargo até o fim no ano passado, já declarou publicamente seu otimismo no trabalho da equipe.

Time-base: Carlos Ruan; Marcos Vinicius, Popoco, Gustavo e João Pedro; Daniel, Cabrito e Cadin; Romarinho, Leonardo e Sávio.

BRASILEIRINHO
É outro clube que fará sua estreia no nível profissional, oriundo do amadorismo. Na realidade, a equipe chegou a entrar na tabela do torneio de 2017, mas não fez nenhuma partida porque não pôde inscrever jogadores e acabou suspensa. Desta vez, os problemas foram contornados e o time montou um elenco baseado em diversos jogadores com os quais já contava no ano passado. Não se tratam de nomes conhecidos no futebol do Rio, mas um time que promete ser aguerrido para desbancar os rivais em um grupo que se projeta equilibrado.

Destaque: VINNICIUS - Embora esteja prestes a estrear no profissionalismo, o atacante já teve passagens por Duquecaxiense e Atlético Rio, mas não tinha conseguido a primeira oportunidade em uma equipe principal. No Brasileirinho, é uma das esperanças de gol e conta com o apoio dos companheiros para tentar balançar as redes logo cedo. Está com 25 anos de idade.

Fique de olho: MIKE - É um meia que se destaca pela velocidade e o bom drible. Aos 21 anos, pode ser uma boa opção para municiar o ataque por suas características de jogo. Por preferir as jogadas individuais e a finta sobre os adversários, pode muitas vezes ele mesmo tomar a iniciativa de concluir, embora ainda não seja um atacante de fato.

Revelação: MAXSUEL - Trabalhou com a atual comissão técnica nos tempos de São Cristóvão. Na base cadete, ficou conhecido pelos gols e predisposição à movimentação na grande área. Embora não tenha a vaga de titular garantida, o jovem de 20 anos está preparado para mostrar suas credenciais e assumir o posto assim que tiver a chance.

O técnico: WILSON DINIZ - Conhece bem o grupo que tem em mãos e sabe que pode contar com as individualidades para chegar longe na competição. Viveu a frustração em 2017, quando não pôde estrear com o time por problemas de inscrição. Ainda assim, teve tempo para trabalhar com os atletas que ficaram e montar um novo grupo, implantando sua metodologia. Conhece bem o trabalho com jovens, uma vez que já treinou America, Gonçalense e São Cristóvão, sempre na base.

Time-base: Yan; Gabriel, Carlos Vinícius, Moisés e Isaías; Patrick, Thiaguinho, Jorge Ivan e Mike; Vinnicius e Jackson.

BRASILEIRINHO CS X CF SÃO JOSÉ OLARIA 06/08/2018 15:00:00
Árbitro: RODRIGO FÉLIX DE OLIVEIRA RODRIGUES
Árbitro Assistente N°1: DIOGO NETO CORRÊA DIQUE TURCO
Árbitro Assistente N°2: RODRIGO FARIA ROMÃO
4° Árbitro:* THIAGO RAMOS MARQUES
Assessor: ROBSON FARIA MARTINS

Comentários