Americano leva vantagem em retrospecto histórico diante do America

Pelos títulos, participações em campeonatos nacionais e glórias conquistadas no futebol, é historicamente normal o America se considerar o mais bem sucedido dos clubes de menor investimento. Tamanha hegemonia sobre outros times faz até alguns torcedores rechaçarem com veemência a pecha de "time pequeno". Afinal, Bangu, Goytacaz, Madureira, Olaria, São Cristóvão, entre outros, levam desvantagem no confronto direto com os rubros. Porém, há um clube além dos quatro grandes que pode considerar o Mecão seu "freguês": é o Americano, justamente o rival do Mecão neste sábado (29), pela final da Série B1 do Carioca.

Entre os adversários mais comuns e tradicionais do America, o Alvinegro Campista tem vantagem no confronto direto. Em 83 partidas que já aconteceram entre os clubes, desde 1946, a vantagem é do Glorioso, que ganhou 30 vezes. O America levou a melhor em 24 oportunidades, mas as ocasiões foram mais raras do que a incidência de empates, que somam 29 ocorrências. Curiosamente, o Mecão marcou mais vezes, por vantagem apertada: 85 gols rubros contra 84 campistas.

Neste ano, as equipes já se enfrentaram. O duelo válido pela Taça Santos Dumont terminou com mais um triunfo alvinegro para a conta, por 3 a 1, no Giulite Coutinho. Agora, o campo neutro (Estádio Nilton Santos) promete ser um ingrediente a mais no chamado "Clássico Tio Sam", em partida que marcará o retorno de ambos clubes ao Engenhão após quase uma década.

Americano x America é às 13h10 deste sábado. 

Fonte: FutRio

Comentários