Independente é punido em R$ 60 mil por incidentes após WO para Tomazinho

Depois de anunciar desistência da Série C do Campeonato Carioca, retornar aos gramados e, novamente, não comparecer a uma partida, o Independente voltou a ter problemas perante o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). Após a derrota por WO para o Tomazinho, devido à falta de um enfermeiro na ambulância, a arbitragem da partida em questão relatou em súmula ter sido agredida nos vestiários por dirigentes do Independente. Denunciados, foi divulgada nesta quinta-feira (6), a punição para o Independente, o presidente Wanderson Agostinho Junior e o maqueiro Josimar da Silva Gomes.

A equipe de Macaé foi punida em um total de R$ 60.000,00; perda de pontos em disputa a favor do adversário; interdição de campo e perda de mando de 10 partidas. O presidente Wanderson Agostinho Junior foi punido em R$ 20 mil totais, e a 930 dias de suspensão. O maqueiro Josimar da Silva Gomes recebeu a punição financeira total de R$ 10 mil e a suspensão de 750 dias.

Pela Série C do Campeonato Carioca, o Independente terminou na quarta e última colocação do Grupo B, com pontuação negativa de menos seis pontos.

Fonte: FutRio

Comentários