Professores iniciam formação do Esporte Educacional em Macaé

Macaé vestiu a camisa, a partir desta terça-feira (11), da Rede de Parceiros Multiplicadores do Esporte Educacional e deu um show de bola na abertura do curso de formação de professores e gestores da área no processo de ensino e aprendizagem. Com apoio da Petrobras, a prioridade do projeto é ampliar o atendimento a crianças e adolescentes nas atividades de Educação Física nas escolas. Serão 10 encontros, com atividades teóricas e práticas, realizados até junho de 2019, no Auditório Claudio Ulpiano, da Cidade Universitária, com certificação de 80 professores, orientadores e coordenadores pedagógicos da rede municipal.

O projeto é do Instituto Esporte & Educação (IEE), criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, e iniciou suas atividades em 2001. O evento foi aberto, às 8h, pela secretária municipal de Educação, Leila Clemente, acompanhada dos coordenadores do IEE, professores Antonio Milani e José Camilo, e de Giuliane Aguilar, representante da Petrobras. Em seguida, os participantes já entraram na primeira formação com o tema “A Metodologia do Esporte Educacional e as Três Dimensões do Esporte”.
"É muito importante ampliarmos as práticas esportivas que já acontecem nas escolas municipais e esta rede de multiplicadores vai estender ainda mais estas ações, fruto das parcerias que fazem este curso acontecer", destacou a secretária.

O professor aluno Válter Siqueira de Souza disse que trocar conhecimentos e promover as ações esportivas na rede pública é o melhor proveito que poderá tirar da formação. "Entendo que educação sem esporte não é eficiente e aqui, nesses 10 encontros, vamos ampliar nossos conhecimentos e multiplicar nossas ações para mais alunos atendidos", disse.

Milani lembrou que a rua é um espaço importante para resgatar as práticas esportivas da amarelinha, pula corda e outras brincadeiras que marcaram as gerações até os anos 80. "Aqui vamos aprender que iniciativas como esta podem transformar a vida de muita gente", avaliou. Segundo ele, o projeto contempla nove estados e, no Rio de Janeiro, os municípios de Macaé, Itaboraí, Magé e Duque de Caxias.
O IEE tem como estratégia a disseminação das práticas esportivas educacionais a partir da transferência de tecnologia e parceria, democratizando o esporte educacional e favorecendo a educação integral, saúde e cidadania dos alunos dos 3 aos 17 anos de idade.

Esta formação é baseada em cinco princípios norteadores: inclusão, educação integral, diversidade, construção coletiva e autonomia. As ações pretendidas, a partir da rede de parceiros, são encontros como este do curso iniciado em Macaé que permitirão o aumento do número de alunos atendidos com o esporte educacional e a transformação social por meio das práticas esportivas, já difundidas no município.

O mês não poderia ter sido melhor para o pontapé de Macaé na Rede de Multiplicadores, já que, no dia primeiro de setembro, comemora-se o Dia do Profissional de Educação Física. Mais informações sobre o projeto no site esporteeducacao.org.br/redemultiplicadores.