Santos recua e cede empate ao Vasco em jogo atrasado no Pacaembu

Cinco meses depois, a terceira rodada do Campeonato Brasileiro enfim está completa. Na noite desta quinta-feira (27), em duelo atrasado no Pacaembu, Santos e Vasco se encontraram em jogo que deveria ter ocorrido em abril, mas acabou adiado por conflito de datas com outras competições. E deu empate. O time paulista saiu na frente, com Pituca, ainda na etapa inicial, mas recuou no segundo tempo, sofreu pressão e levou o gol de Andrés Rios, que decretou igualdade por 1 a 1.

Com o resultado, as duas equipes permanecem na mesma colocação. O Santos segue em 11º, com 33 pontos, enquanto o Vasco continua com a 16ª colocação, agora com 29.

Agora, o Santos tem apenas três dias até o próximo compromisso: domingo (30), na Vila Belmiro, contra o Atlético-PR. Já o Vasco tem mais tempo até visitar o Paraná, na Vila Capanema – o duelo acontece às 20h de segunda-feira (1). Os jogos são válidos pela 27ª rodada da Série A.
Os melhores: Carlos Sánchez e Giovanni Augusto
Sánchez mais uma vez destaque do Santos. Correu por todo campo, deu bela assistência para o gol de Pituca e deixou o campo muito aplaudido pela torcida. Já Giovanni Augusto entrou na metade da etapa final e deu nova cara ao Vasco. Com ele, o time carioca criou várias chances e conseguiu chegar ao empate.

O pior: Bruno Henrique
Mais uma partida apagada do atacante. Exceção feita a uma finalização até perigosa, participou pouco do jogo e acabou substituído na metade do segundo tempo.
Gabigol e Castán se desentendem, e vascaíno pede humildade
Gabigol e Leandro Castán se desentenderam logo no começo do jogo e discutiram por alguns segundos. Ainda na etapa inicial, o zagueiro deu uma entrada no atacante, que ficou caído. Na saída para o intervalo, o jogador vascaíno criticou o adversário: "Prefiro não falar nada. É um garoto. Precisa ter um pouco mais de humildade".

Pituca marca seu primeiro gol pelo Santos
O Santos chegava pouco, mas com perigo no primeiro tempo. Gustavo Henrique já havia acertado a trave e Gabigol tinha perdido boa chance. Mas aos 43min, o gol saiu, e um mais do que especial. Após cruzamento de Rodrygo e assistência de cabeça de Sánchez, Pituca usou o peito para marcar o seu primeiro gol pelo Santos. "Eu estava ansioso, mas graças a Deus consegui fazer o gol e ajudar a equipe. Foi um gol conjunto. Todo mundo fez parte", disse ao canal Premiere na saída para o intervalo.
Gabriel, Fabrício e Andrey viram desfalque
Os técnicos dos dois times terão problemas para escalar a equipe na próxima rodada. Do lado do Santos, Gabriel levou o terceiro amarelo e não encara o Atlético-PR, no domingo. Pelo Vasco, Fabrício recebeu amarelo, Andrey tomou amarelo e vermelho e ambos viraram desfalques para o jogo contra o Paraná, na segunda-feira.

Vasco insiste e enfim chega ao empate
Precisando do resultado, o Vasco conseguiu criar boas chances na etapa final. Rios chegou a receber a bola na pequena área, mas finalizou na zaga. Depois, Giovanni Augusto serviu Pikachu, que tirou de Vanderlei; Bambu, porém, apareceu para tirar quase em cima da linha. Mas aos 33min, não teve jeito. Pikachu cruzou na medida e Andrés Rios cabeceou para as redes.

Gabigol ganha homenagem do ídolo Emicida
Gabriel teve uma surpresa antes do apito inicial. Atrás de um dos gols, ele recebeu uma homenagem pelos 200 jogos com a camisa Santos do ídolo Emicida e de sua família. Em vídeo divulgado pelo clube, ele recebe a placa comemorativa da mãe e depois, ao olhar para o lado, surpreende-se com a presença do cantor, que lhe dá uma camisa com o número 200 nas costas. Leia mais
Torcedores tentam invadir sede do Vasco
Horas antes da partida, alguns torcedores do Vasco fizeram um protesto violento na entrada principal do estádio de São Januário. Segundo relatos, eles aguardavam um ônibus que os levaria para o Pacaembu (SP), local da partida. Não atendidos, colocaram fogo em um latão, gritaram palavras de ordem contra o presidente Alexandre Campello e tentaram invadir a sede. A Polícia Militar foi chamada para conter o tumulto. Leia mais

Fim da Era Peres?
O jogo contra o Vasco pode ter sido o último do Santos com José Carlos Peres na presidência. No próximo sábado (29), os sócios santistas decidirão pelo impeachment (ou não) do mandatário, em assembleia que acontece na Vila Belmiro, no litoral paulista. Caso a maioria vote 'sim', o vice Orlando Rollo, desafeto de Peres, assume o comando do clube.
SANTOS 1 X 1 VASCO
Data: 27/09/2018 (quinta-feira)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Fifa-MT)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Cartões amarelos: Gabriel (Santos), Andrey, Bruno Cosendey, Fabrício (Vasco)
Cartão vermelho: Andrey (Vasco)
Gols: Pituca, aos 44min do primeiro tempo; Andrés Rios, aos 33min do segundo tempo

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Daniel Guedes), Carlos Sánchez (Bryan Ruiz) e Diego Pituca; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique (Derlis González)
Técnico: Cuca

VASCO
Martín Silva; Rafael Galhardo (Marrony), Luiz Gustavo, Leandro Castan e Henrique; Willian Maranhão, Bruno Cosendey (Giovanni Augusto), Andrey e Fabrício; Pikachu (Oswaldo Henriquez) e Andrés Ríos
Técnico: Alberto Valentim

Comentários